Carrefour irá internalizar equipes de segurança

Carrefour irá internalizar equipes de segurança

Medida terá começo nas lojas do Rio Grande do Sul e foi anunciada pouco mais de duas semanas da morte de João Alberto

Correio do Povo

Carrefour irá contratar diretamente equipes de segurança de suas lojas

publicidade

O Grupo Carrefour anunciou nesta quinta-feira que iniciará no próximo dia 14 de dezembro o processo de internalização das equipes de segurança. As quatro lojas do Rio Grande do Sul começarão o projeto piloto. “O processo de recrutamento e o treinamento dos profissionais para as lojas contará com associação que reúne empreendedores negros da região de Porto Alegre”, informa a rede.

“O novo modelo é o ponto inicial para transformação do seu modelo de segurança e faz parte dos compromissos anunciados pela rede”, explica a nota. A medida ocorre pouco mais de duas semanas após um homem negro, João Alberto Silveira Freita, ser morto por seguranças tercerizados na loja Passo D'Areia, em Porto Alegre – algo que gerou uma série de protestos em diversas lojas do Brasil.   

“Todo o processo de internalização da segurança terá como foco a implementação de práticas antirracistas e de uma cultura de respeito aos direitos humanos, além de considerar a representatividade da população brasileira (50% de mulheres e 56% de negros) como um compromisso. A data de admissão dos novos colaboradores está prevista para o dia 14 de dezembro em todas as lojas Carrefour da região, seguindo as etapas de contratação”, complementa a nota.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895