Carris deve aceitar proposta de circulação de 65% da frota

Carris deve aceitar proposta de circulação de 65% da frota

Medida foi apresentada pelo TRT como alternativa durante paralisação

Correio do Povo

Carris deve aceitar proposta e 65% de circulação da frota

publicidade

Após duas assembleias realizadas nesta terça-feira, os trabalhadores da companhia decidiram aceitar a proposta apresentada pelo TRT, que prevê a circulação de 65% da frota. Além disso, de acordo com o representante dos funcionários da Carris, Marcelo Weber, nenhuma empresa poderá realizar as viagens da companhia na quinta-feira. "Essa decisão pode se estender por mais dias", frisa. 

Nesta quarta-feira, nova audiência será realizada com o TRT. Segundo Weber, o Stetpoa rompeu as negociações depois da categoria aceitar as condições impostas pelo TRT. "O sindicato não aprovou e retirou os diretores. E afirmou que não vai fazer mais manifestação com a Carris".

Inicialmente, uma audiência na sexta-feira havia encaminhado o acerto. Na data, a mediação no TRT definiu 80% de circulação em horários de pico e 30% nos demais horários. 

Na mesma data, uma assembleia de funcionários da Carris deu indicativo de greve a partir da quinta-feira, 2 de setembro. A decisão ocorreu após o prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo, optar por não retirar de votação o projeto de Lei que autoriza o Executivo a desestatizar a companhia.  


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895