Carroças vão circular em Porto Alegre por mais seis meses

Carroças vão circular em Porto Alegre por mais seis meses

Lei que proíbe tráfego de veículos de tração animal deveria ter entrado em vigor em 1º de março

Mauren Xavier / Correio do Povo

Prefeitura se comprometeu a capacitar famílias de carroceiros

publicidade

O calendário que prevê as restrições da circulação de carroças em Porto Alegre, que estava previsto para iniciar em 1º de março, foi alterado. O alerta foi feito pela vereadora Lourdes Sprenger (PMDB), que ressaltou que a decisão tomada pela Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) não foi discutida com a sociedade.  Segundo a determinação publicada no Diário Oficial de Porto Alegre, a implantação deverá começar em seis meses. 

Pela cronograma inicial, a circulação das carroças deveria começar a ser proibida no início de março na chamada zona 1, que corresponde ao trajeto da avenida Edvaldo Pereira Paiva, Ipiranga até a Antônio de Carvalho e depois seguindo pela Bento Gonçalves até o limite com o município de Viamão.

A vereadora lembrou que esse prolongamento no tempo prejudica a implantação da lei que prevê a suspensão desse tipo de atividade. Ela destacou que para vigorar, a Prefeitura começaria um serviço de inclusão social das famílias dos carroceiros, para que eles tivessem como sobreviver depois de não praticarem mais essa atividade. Além disso, Lourdes ressaltou que a situação envolvendo os carroceiros é muito complexa, uma vez que envolve maus tratos aos animais, trabalho infantil e impacta no trânsito da cidade.



Prefeitura de Porto Alegre deve começar trabalho de inclusão social dos carroceiros / Foto: Vinícius Roratto


Bookmark and Share

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895