Casa de Apoio Madre Ana quer ampliar leitos
capa

Casa de Apoio Madre Ana quer ampliar leitos

Instituição que recebe pacientes e familiares completou três anos de funcionamento

Por
Claudio Isaias

Estrutura conta com espaços de integração, como uma brinquedoteca

publicidade

A Casa de Apoio Madre Ana, destinada aos pacientes e familiares em tratamento no complexo da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, pretende aumentar ainda este ano o número de leitos da instituição. A meta é passar de 60 para 80 acomodações. O anúncio foi feito ontem pelo diretor do Hospital São Francisco, Fernando Lucchese, durante as comemorações de três anos de atividades da casa que funciona na rua Vigário José Inácio, no Centro de Porto Alegre.

"Nesses três anos, este local recebeu mais de 2.500 hóspedes, principalmente crianças, vindos do interior do Rio Grande do Sul e de outros estados onde os hospitais não atendem casos de alta complexidade", explicou. Segundo ele, 60% dos pacientes são de fora do Estado que vem em busca de tratamento do coração (crianças que nasceram com defeito congênito), oncologia pediátrica (câncer infantil) e todos os tipos de transplante, mas principalmente o renal. "Os nossos hóspedes recebem quatro refeições por dia e são oferecidos serviços de lavanderia, oficinas recreativas e de terapia ocupacional e uma brinquedoteca. Todas essas atividades são bancadas pela comunidade que realiza contribuições", explicou.

A comemoração dos três anos da entidade contou com a apresentação da Orquestra Jovem do Rio Grande do Sul, regida pelo maestro Telmo Jaconi, e do músico Renato Borghetti com os integrantes do projeto Fábrica de Gaiteiros. A solenidade contou com as presenças do provedor da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, Alfredo Englert, e de empresas que apoiam a instituição. A coordenadora da Casa Madre Ana, Vanessa Siviero, disse que as doações para ampliar o número de leitos podem ser feitas através do site: santacasa.org.br/amigos, além de boleto mensal ou débito automático, mediante autorização do cliente. Informações podem ser obtidas através do setor de Captação de Recursos, através do telefone (51) 3228.5208.

As doações de alimentos e outros materiais podem ser entregues diretamente na portaria da casa, na rua Vigário José Inácio, 741. "A Madre Ana é uma casa que apoia pessoas em situação de vulnerabilidade social durante o seu tratamento no complexo hospitalar", ressaltou. Inaugurada no dia 10 de maio de 2016, a Casa de Apoio Madre Ana possui quatro andares e foi adaptado com 60 leitos. Conforme Vanessa Siviero, a seleção de ocupantes do imóvel é feita a partir de critérios que priorizam o atendimento às famílias mais necessitadas, definidos pelo Serviço Social do hospital, responsável pela gestão administrativa e operacional da casa.