CCR ViaSul investe R$ 350 milhões para garantir trafegabilidade e segurança nas estradas do RS

CCR ViaSul investe R$ 350 milhões para garantir trafegabilidade e segurança nas estradas do RS

Concessionária assinou contrato para administrar por 30 anos as rodovias do Estado

Sidney de Jesus

CCR ViaSul assinou contrato de concessão para administrar por 30 anos as rodovias gaúchas

publicidade

Restabelecer e garantir as condições de trafegabilidade e segurança de quatro trechos rodoviários no Rio Grande do Sul: as BRs 101, 290, 386 e 448. Esses são os principais desafios da CCR ViaSul, que assinou, há dois anos, contrato de concessão para administrar por 30 anos as rodovias gaúchas.  

Durante esses dois anos de parceria com o Governo do Estado, que serão completados no próximo dia 15 de fevereiro, a concessionária fez investimentos de aproximadamente R$ 350 milhões no desenvolvimento em infraestrutura das estradas. Até o final da concessão, a CCR ViaSul projeta investimentos de R$ 7,8 bilhões em obras e melhorias, e R$ 5,6 bilhões em operação. 

Atualmente, os serviços contemplaram  melhorias nas rodovias,  prestação de serviços e ações de educação e segurança viária, a recuperação do pavimento, implantação e renovação da sinalização vertical (placas) e horizontal (pintura de faixas e tachas refletivas), limpeza das vias com capina, roçada e retirada de lixo, recomposição dos sistemas de drenagem e de segurança das rodovias, revitalização da iluminação, entre outros. 

“Entrando agora no terceiro ano da concessão no Rio Grande do Sul, temos muito o que enaltecer. Mais do que promover obras, a CCR ViaSul busca oferecer o melhor atendimento ao cliente”, afirmou o diretor-presidente da concessionária, Fausto Camilotti.

Segundo ele, desde que a CCR ViaSul assumiu a administração das rodovias gaúchas já foram realizados mais de 125 mil atendimentos. “Todas as melhorias que já fizemos, e ainda vamos fazer, são comprovadas através dos números”, enfatizou Camilotti, lembrando que durante o período de Natal e Ano Novo não teve nenhuma morte nas estradas.  “Isso é fruto da dedicação e comprometimento de todos os nossos colaboradores. Nosso maior compromisso é com a preservação de vidas”, ressaltou. 

Novas obras da CCR ViaSul nas rodovias gaúchas 

O diretor-presidente da CCR ViaSul, Fausto Camilotti informou, ainda, que a partir de fevereiro a concessionária iniciará a duplicação da BR 386. “Essa obra é uma das etapas mais importantes e esperadas por todos. Em fevereiro começaremos a duplicar o trecho entre Marques de Souza e Lajeado, de cerca de 20 quilômetros. Até o 18º ano da concessão, duplicaremos 100% a BR 386, entre Carazinho e Porto Alegre”, afirmou o presidente, que destacou que foi feito o repasse de mais de R$ 20 milhões às prefeituras referente ao ISS de obras e pedágio, até novembro do ano passado.

“Queremos contribuir para o desenvolvimento regional. Também fizemos a contratação 100% local dos colaboradores, movimentando e promovendo a economia do Estado”, frisou. 

Foto: Guilherme Almeida 

Fausto Camilotti destacou ainda a criação de cinco novos acessos na freeway: km 4 (Osório), km 32 (Santo Antônio da Patrulha), km 62 (Gravataí), km 80 e km 83 (Cachoeirinha), como forma de promover a melhoria no fluxo de veículos, e com previsão de conclusão para fevereiro de 2021.  “A CCR ViaSul promove também obras de alteamento em cinco viadutos na Freeway: km 80 (Gravataí que já foi entregue”, lembrou o diretor-presidente.

Conforme ele, outras quatro estruturas ainda devem ser entregues até fevereiro de 2021: km 4,9 (Osório); km 32,1 (Santo Antônio da Patrulha); kms 62,6 (Gravataí) e km 83,6 (Cachoeirinha). “Outro ponto é a implantação de 32 novas passarelas ao longo do contrato de concessão nas quatro rodovias administradas pela CCR ViaSul. Serão 10 na BR 101, onde as obras já acontecem; 18 na BR 386 com obras iniciadas em 2021 e quatro na BR-290 (freeway), com previsão de início das obras para 2022”, revelou Fausto Camilotti. 

Praças de pedágio e serviços 24 horas aos usuários 

Além dos serviços aos usuários, a CCR ViaSul promove a cobrança de tarifa de pedágio em sete praças. Na BR 101, em Três Cachoeiras, na BR 290 - freeway  (Santo Antônio da Patrulha e Gravataí) e na BR 386 (Montenegro, Paverama e Victor Graeff), com valores de R$ 4,60.

Ações de educação e segurança viária também fazem parte do trabalho diário da CCR Viasul, que implementou a prestação de serviço 24 horas aos usuários por meio de atendimento pré-hospitalar, resgate e atendimento com UTIs, atendimento mecânico com guinchos leves e pesados, inspeção permanente de tráfego, serviços rotineiros de conservação e manutenção, e canal 0800 000 0290 para informações e emergências. 

Os usuários das rodovias administradas pela CCR ViaSul contam também com 14 bases operacionais, sendo cinco com o Serviço de Atendimento ao Grande Usuário (SAU), ao longo do trecho concedido na BR 101, BR 290 (freeway) e BR 386, com estruturas preparadas com banheiros, fraldários, sofás para descanso e totens com informações gerais das rodovias. “Nossas equipes do SAU prestam atendimento com excelência, proporcionando aos motoristas a melhor experiência durante o trajeto por qualquer uma de nossas rodovias”, afirmou o diretor-presidente da CCR ViaSul, Fausto Camilotti. 

Trechos rodoviários administrados pela CCR ViaSul 

  • BR 101 - 87,9 km: Osório, Maquiné, Terra de Areia, Três Forquilhas, Três Cachoeiras, Dom Pedro de Alcântara e Torres; 
  • BR 290 (freeway) - 98,1 km: Osório, Santo Antônio da Patrulha, Glorinha, Gravataí, Cachoeirinha e Porto Alegre; 
  • BR 386 – 265,8 km: Canoas, Nova Santa Rita, Montenegro, Triunfo, Tabaí, Paverama, Taquari, Fazenda Vilanova, Estrela, Lajeado, Marques de Souza, Pouso Novo, São José do Herval, Fontoura Xavier, Soledade, Tio Hugo, Victor Graeff, Santo Antônio do Planalto e Carazinho; 
  • BR 448 - 21,6 km: Porto Alegre, Canoas, Esteio e Sapucaia do Sul. 

Principais obras 

  • Duplicação de 225 km de rodovias; 
  • Construção de 158 km de faixas adicionais; 
  • Construção de 76 km de vias marginais; 
  • Construção de 59 novos acessos; 
  • Construção de 36 interconexões; 
  • Implantação de retornos; 
  • Construção de 32 novas passarelas; 
  • Construção de 13 passagens inferiores; 
  • Instalação de iluminação em 172 km de vias marginais e travessias urbanas. 
     

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895