Cerca de 196 mil clientes estão sem luz no Rio Grande do Sul após temporal

Cerca de 196 mil clientes estão sem luz no Rio Grande do Sul após temporal

Cidades das regiões Sul, Litoral Sul, Centro-Sul e Metropolitana foram as mais afetadas

Correio do Povo

Região Sul do Estado foi um dos mais atingidos com o temporal

publicidade

Cerca de 196 mil clientes do Rio Grande do Sul estão sem energia elétrica na manhã desta terça-feira após a passagem de um temporal por várias regiões do Estado na noite dessa segunda. Na área de concessão da Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE), o número caiu de 140 mil para 125 mil. Já na da área RGE, os 71 mil pontos afetados no início da manhã seguem sem luz.

As cidades das regiões Sul, Litoral Sul, Centro-Sul e Metropolitana foram as mais atingidas.

A situação mais grave é na Região Sul, onde há 75 mil usuários sem abastecimento, segundo a CEEE. O problema está presente em menor escala no Litoral Sul, que tinha 8 mil clientes sem luz no começo da manhã, e aumentou para 9 mil depois das 10h30min. Na região Centro-Sul, 14 mil seguem sem luz. Na região Metropolitana, cinco mil tiveram a volta da energia, mas 25 mil ainda estão desabastecidos.

As equipes da CEEE seguem nas ruas para solucionar os problemas. Árvores que caíram durante o temporal romperam redes, além de postes que ficaram danificados em função da chuva e dos ventos. Ainda não há prazo para a normalização do serviço.

Na área da RGE, às 10h14min, os mesmos 71 mil clientes registrados no início da manhã seguiam sem fornecimento, a maioria na região Metropolitana. Há casos também nas regiões Central e Fronteira. A empresa informa que está trabalhando nos consertos da rede para restabelecer a energia no menor tempo possível e alerta para a possibilidade de novos temporais.

A RGE orienta para que ninguém tente religar a energia por conta própria e também não toque em nenhum equipamento elétrico para evitar acidentes que podem ser graves e até fatais.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895