Chega a 42 o número de cidades gaúchas em situação de emergência devido à estiagem

Chega a 42 o número de cidades gaúchas em situação de emergência devido à estiagem

Outros 12 municípios também sofreram prejuízos pela falta de chuva nos últimos 23 dias

Por
Correio do Povo

Outros 12 municípios também sofreram prejuízos pela falta de chuva nos últimos 23 dias


publicidade

O número de cidades gaúchas que já decretaram situação de emergência devido a estiagem chegou a 42 no Rio Grande do Sul. O dado consta no último relatório, divulgado nesta terça-feira, da Defesa Civil. No levantamento anterior, de segunda-feira, havia 32 cidades com decreto de situação de emergência. Integram a lista mais nova as cidades de Estrela Velha, Nova Palma e Santa Tereza.

Já os municípios que já possuíam o decreto são: Chuvisca, Cerro Grande do Sul, Sertão Santana, Barão do Triunfo, Camaquã, Mato Leitão, Encruzilhada do Sul, Herveiras, Mariana Pimentel, Pantano Grande, Sinimbu, Venâncio Aires, Amaral Ferrador, Cerro Branco, Cristal, Passo do Sobrado, Ponte Preta, Progresso, Santa Cruz do Sul, Boqueirão do Leão, Encruzilhada do Sul, Vale do Sol, Vale Verde, São Gabriel, Lagoão, Canguçu, Agudo, Sobradinho, Arroio do Meio, Cachoeira do Sul, Gramado Xavier e Rio Pardo.

Apesar de não ter decreto, nos últimos 23 dias, outros 12 municípios do Estado também registraram no Sistema Integrado da entidade prejuízos que se estendem à produções e lavouras. São eles: Arroio do Tigre, Butiá, Fontoura Xavier, Ibarama, Ibirubá, Maquiné, Montauri, Salto do Jacuí, Santo Antônio do Palma, São Domingos do Sul, Soledade e Vera Cruz.

Para amenizar os efeitos da estiagem, a Defesa Civil distribuiu 34 reservatórios móveis de água, com capacidade de 4,5 mil litros, para 22 cidades gaúchas.