China adia maratona de Wuhan por foco de contágios de Covid-19

China adia maratona de Wuhan por foco de contágios de Covid-19

O evento deveria atrair 26 mil participantes à cidade, onde o Coronavírus foi identificado pela primeira vez

AFP

Maratona em Hong Kong aconteceu normalmente

publicidade

A maratona de Wuhan, que deveria acontecer neste domingo, foi adiada praticamente sem aviso prévio pelos temores de um aumento de casos de Covid-19 na China, antes dos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim-2022.

Pequim registrou neste domingo 26 novos casos locais de covid-19, o mais recente surto a testar a política chinesa de tolerância zero com o vírus, a 100 dias do início dos Jogos. As autoridades tentam conter os contágios do vírus com testes em larga escala e confinamentos direcionados.

Veja Também

Mas com o aumento de casos, os organizadores da maratona de Wuhan afirmaram em um comunicado o adiamento da prova na cidade da região central da China "para evitar o risco de uma propagação pandêmica".

O evento deveria atrair 26 mil participantes à cidade, onde o coronavírus foi identificado pela primeira vez no fim de 2019.

O comitê organizador informou que devolverá o valor da inscrição dos participantes. A China conseguiu reduzir drasticamente os contágios de covid com uma campanha agressiva de testes e um rígido controle das fronteiras. Não está claro se a maratona de Pequim acontecerá no próximo domingo.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895