Chuva forte danifica relógio de rua e gera acúmulo de água em vias de Porto Alegre

Chuva forte danifica relógio de rua e gera acúmulo de água em vias de Porto Alegre

Motoristas foram obrigados a redobrar atenção nas avenidas Bento Gonçalves, João Pessoa, Protásio Alves, Osvaldo Aranha e Loureiro da Silva

Cláudio Isaías

Relógio de rua foi danificado pelo vento

publicidade

A chuva forte que atingiu Porto Alegre na manhã de terça-feira, feriado da Independência do Brasil, causou diversos transtornos em algumas regiões da cidade. Na Rótula do Papa, que compreende as avenidas Erico Verissimo e Azenha e a rua José de Alencar, um relógio de rua foi danificado pelo vento. Parte da estrutura do equipamento foi atingida e chamou a atenção dos motoristas que passavam pela região. Além da marcação de hora e da temperatura, os relógios possuem medidores de radiação e painel de mensagens. 

A câmera de alta definição que faz parte do relógio de rua na Rótula do Papa não foi quebrada. Já os motoristas que se dirigiam para o Centro de Porto Alegre tiveram que redobrar a atenção porque vias como as avenidas Bento Gonçalves, João Pessoa, Protásio Alves, Osvaldo Aranha e Loureiro da Silva tiveram acúmulo de água o que obrigou os motoristas a reduzirem a velocidade para cruzar a via. A instabilidade prejudicou até a vacinação contra o coronavírus. Em função da falta de energia elétrica, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) transferiu a imunização do colégio Júlio de Castilhos para o Centro de Saúde Modelo. 

A Defesa Civil de Porto Alegre alertou sobre a possibilidade de chuvas volumosas na Capital que podem se estender até a noite de terça-feira, feriado de 7 de setembro. Segundo o órgão, há o risco de chuvas volumosas entre 50 e 100 milímetros/dia e possível queda de granizo e ventos intensos (entre 60 e 100 quilômetros por hora). De acordo com a Defesa Civil de Porto Alegre, o alerta é preventivo e feito com base nas informações emitidas pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) e pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe/Cptec). 

A Defesa Civil e a Comissão Permanente de Atuação em Emergência (Copae), integrada pelos órgãos municipais, estão em alerta acompanhando as atualizações da previsão do tempo, com equipes prontas para atendimento à população. Em caso de dúvidas e emergências, a Defesa Civil de Porto Alegre pede que a população ligue para o telefone 199, número do órgão, ou para o Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul no telefone 193.

Foto: Guilherme Almeida


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895