Chuva não deve resolver problema de estiagem no Rio Grande do Sul

Chuva não deve resolver problema de estiagem no Rio Grande do Sul

Próximos dias apontam para baixos acumulados de chuva na região sul do Estado

Franceli Stefani

publicidade

A forte chuva de ontem não deve resolver o problema da estiagem que atinge diversas regiões do Rio Grande do Sul. De acordo com o prognóstico da Secretaria do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema), os próximos dias apontam para baixos acumulados de chuva na região sul do Estado, a qual vem sendo castigada pela estiagem desde o início de janeiro. Como consequência, alguns municípios decretaram situação de emergência.

A Defesa Civil, preventivamente, disponibilizou reservatórios móveis de água para a distribuição nas comunidades mais atingidas – algumas que inclusive já sofrem com a falta de água potável. No total, mais de 20 equipamentos com capacidade de 4.500 litros já foram distribuídos. Conforme nota divulgada, o Governo do Estado do Rio Grande do Sul está trabalhando em todas as suas esferas para amenizar os resultados da baixa precipitação.

Conforme boletim especial, publicado pela Sema, chuvas e temporais acontecerão, porém serão rápidos e isolados. A maior possibilidade é de vento e granizo, não chuva intensa. O médio estimado é de 10 milímetros no Estado. A situação deve começar a melhorar a partir do mês de março.

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895