Com área delimitada, busca por bombeiros desaparecidos continua no prédio da SSP

Com área delimitada, busca por bombeiros desaparecidos continua no prédio da SSP

Trabalho é dificultado pelas estruturas de concreto espalhados pelo local

Correio do Povo

Cães farejadores ajudaram na delimitação de local

publicidade

As buscas pelos dois bombeiros desaparecidos durante o combate ao incêndio que destruiu o prédio da Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre, seguem na manhã deste domingo, mais de 80 horas após o incidente. O 1º Tenente Deroci de Almeida da Costa e o 2º Sargento Lúcio Ubirajara de Freitas Munhós são buscados por um grupo de resgate dividido em nove equipes, cujo trabalho é dificultado pelas estruturas de concreto espalhadas pelo local.

O Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul concentra seus esforços em uma área marcada pelos quatro cães de busca e salvamento que atuam na tarefa. Os animais mostratam agitação e sinais comportamentais em um quadrante, indício da existência de seres humanos no mesmo local, na área sul da edificação, defronte ao Departamento de Comando e Controle Integrado (DCCI).

Desde ontem, equipes especializadas de engenharia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs), Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea), Secretaria Estadual de Obras e Habitação e empresas privadas estão no local, definindo as possibilidades de progressão da manhã. Além disso, a Defesa Civil Estadual forneceu duas barracas de campanha para servirem de posto de comando da engenharia e de alojamento para as guarnições.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895