Comerciantes recebem orientações sobre decreto que proíbe a abertura a partir de segunda
capa

Comerciantes recebem orientações sobre decreto que proíbe a abertura a partir de segunda

Estabelecimentos comerciais serão interditados pela fiscalização caso estejam abertos

Por
Cláudio Isaías

Prefeitura de Porto Alegre informa que casos de locais abertos podem ser denunciados pelo telefone 156

publicidade

A partir de segunda-feira, dia 23 de março,  os estabelecimentos comerciais que forem identificados com as portas abertas serão interditados pela fiscalização da Prefeitura de Porto Alegre. No sábado, uma operação da diretoria de fiscalização da Secretariaria de Desenvolvimento Econômico, com apoio da Guarda Municipal, esteve nas ruas do Centro Histórico para conscientizar os comerciantes. 

A fiscalização orientou 11 estabelecimentos para que cumprissem o decreto assinado pelo prefeito Nelson Marchezan Júnior. A medida proíbe a abertura de padarias, restaurantes, bares e lancherias. Na manhã desse sábado, a reportagem do Correio do Povo flagrou na rua dos Andradas algumas lojas abertas.

O decreto do Executivo municipal prevê a autorização para que esses espaços sigam funcionando nos sistemas de tele-entrega ou o consumidor vai até a loja buscar o produto. A medida da Prefeitura tem o objetivo de garantir a saúde da população diante da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). 

A Prefeitura informa que casos de locais abertos podem ser denunciados pelo telefone 156 ou pelo portal de atendimento ao cidadão. Os locais serão vistoriados conforme o porte e a capacidade de lotação, em ordem decrescente, de modo que seja possível suspender as atividades dos locais que atraem o maior número de pessoas.