Confinamento parcial começa a dar resultado, celebra governo da Bélgica

Confinamento parcial começa a dar resultado, celebra governo da Bélgica

Pela primeira vez em semanas, país apresenta queda no número de infecções, hospitalizações o número de vítimas fatais

AFP

Bélgica também retomou os testes em pessoas assintomáticas

publicidade

O confinamento parcial adotado há um mês na Bélgica parece ter conseguido conter a pandemia do coronavírus, anunciaram as autoridades sanitárias locais nesta quarta-feira, divulgando números em queda. "Pela primeira vez em semanas, ou mesmo em vários meses, todos os indicadores estão indo na direção certa, o que significa que todos eles estão caindo: o número de infecções, hospitalizações e, pela primeira vez, o número de vítimas fatais", afirmou o porta-voz Yves Van Laethem.

O país de 11,5 milhões de habitantes, onde Bruxelas é a capital de facto da União Europeia (UE), e situado em uma movimentada interseção para viagens em toda Europa, foi um dos mais atingidos em uma segunda onda do coronavírus, mês passado. As autoridades divulgam os números obtidos após o fechamento de bares, restaurantes e cafés, da orientação para o trabalho remoto e da limitação dos contatos sociais.

Há apenas uma semana, a Bélgica ocupava o primeiro lugar na tabela europeia em casos de infecção a cada 100 mil habitantes. Agora, ocupa a 14ª posição. O número de mortes se reduziu em 5% na última semana. Van Laethem, um dos porta-vozes do Centro de Crise Covid-19, observou que ainda há "muitos pacientes" nos hospitais, cerca de seis mil.

A Bélgica também retomou os testes em pessoas assintomáticas e naquelas que voltam de regiões, ou de países, considerados de alto risco de infecção. As autoridades haviam parado de testar essas categorias há um mês, porque os laboratórios ficaram sobrecarregados com a segunda onda da pandemia. Desde o início da atual crise de saúde global, são 540.605 casos de Covid-19, com 14.839 óbitos, por lá.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895