Corpo de Bombeiros fará análise estrutural do prédio da SSP para ajudar nas buscas

Corpo de Bombeiros fará análise estrutural do prédio da SSP para ajudar nas buscas

Comandante do 1° Batalhão de Bombeiro Militar reiterou que o trabalho no local é de 24 horas por dia

Sidney de Jesus

Tenente em coletiva na noite desta sexta-feira

publicidade

O Corpo de Bombeiros realizará uma análise estrutural do prédio da Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Rio Grande do Sul visando auxiliar na busca pelos dois bombeiros desaparecidos. A estratégia foi comunicada, na noite desta sexta-feira, pelo o Comandante do 1° Batalhão de Bombeiro Militar, Eduardo Estevam Rodrigues. "A cada passo teremos o aval de uma equipe da segurança estrutural para que possamos ir mais fundo na incursão da estrutura", reiterou. 

Ainda segundo o bombeiro, os trabalhos - que já duram mais de 40 horas - seguem avançando. "Durante o dia intensificamos as varreduras internas no prédio em ruínas da Secretaria de Segurança Pública (SSP). Após uma larga varredura no local, determinamos um quadrante possível para concentrar os esforços para encontrarmos nossos bombeiros militares desaparecidos no incêndio", explicou. 

Conforme Estevam, o trabalho não cessará até que o1º tenente Deroci de Almeida da Costa e o 2º sargento Lúcio Ubirajara de Freitas Munhós sejam encontrados. "Estamos com uma média de 50 bombeiros no local. Amanhã quando tivermos a análise estrutural da edificação,muito provavelmente vamos aumentar esse número", enfatizou Estevam. 

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a planta do prédio da SSP foi estudada e que equipes da Companhia Especial de Busca e Salvamento da Capital e também do interior do Estado irão reforçar as buscas. "Nosso serviço é 24 horas. Temos que ter recursos humanos especializados e otimizados. Não vamos parar até encontrarmos os bombeiros bombeiros militares", ressaltou

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895