Corsan prorroga prazo da suspensão do corte de água
capa

Corsan prorroga prazo da suspensão do corte de água

Decisão, adotada desde 25 de março, foi prolongada por mais 30 dias

Por
Correio do Povo

Decisão, adotada desde 25 de março, foi prolongada por mais 30 dias

publicidade

A Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) prorrogou por mais 30 dias a decisão de não realizar cortes nas ligações de água. A medida, adotada desde 25 de março, tem o objetivo de minimizar os impactos da pandemia de Covid-19 no Rio Grande do Sul.

A Corsan destaca a importância do pagamento regular das faturas, necessário para a manutenção dos serviços da companhia. Multas e juros continuam incidindo para quem pagar sua fatura com atraso, e as demais formas de cobrança estão mantidas. Também como forma de combate aos efeitos da pandemia, a Corsan está concedendo isenção aos clientes de tarifa social, por 90 dias contados desde abril.

A Corsan ressalta que estamos vivendo a maior estiagem dos últimos anos e a maior crise sanitária da nossa época, portanto, evitar desperdício é fundamental. O abastecimento está normalizado em todo o Estado, mas a colaboração de todos é fundamental, devido ao baixo nível das fontes de captação.

Reposicionamento das tarifas

O reajuste anual das tarifas de água, esgotos e demais serviços da Corsan foram adiados, em decisão aprovada pela Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do RS (Agergs) na última terça-feira, para 1º de outubro. Na mesma reunião virtual também foi aprovado o índice de 5,93%.

A correção, que é anual, ocorre normalmente até 31 de maio, porém foi adiada por 90 dias visando a minimizar os impactos da pandemia do Coronavirus.

A medida, que vai vigorar em 290 municípios conveniados com a Agergs e que vale também para a Agesb (Agência Municipal de Regulamentação dos Serviços Delegados de São Borja), se fez necessária devido à pandemia do coronavírus, e teve a concordância da Corsan.

Além da Agergs e Agesb, os serviços da Corsan, atualmente são regulados por mais três agências que avaliam seus índices de reajustes:  AGERST - Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Santa Cruz; AGESAN RS – Agência Reguladora Intermunicipal de Saneamento do Rio Grande do Sul, com atuação no Vale do Sinos; e a Agência Reguladora dos Serviços Públicos Municipais de Erechim – AGER.