Dirigente prevê grandes eventos para o espaço do Cais Embarcadero em 2022

Dirigente prevê grandes eventos para o espaço do Cais Embarcadero em 2022

Datas como St. Patrick's Day e Oktoberfest são alguns dos planos para reunir milhares no espaço

Sidney de Jesus

Área busca reativar atrativos da Orla

publicidade

"Porto Alegre carece de eventos e o Cais Embarcadero já conta com o envolvimento de muitas marcas, dando suporte à sua realização", afirmou o sócio-diretor da DC SET, Eugênio Corrêa, ao falar sobre a "Contribuição do Cais Embarcadero para a revitalização da Orla do Guaíba e para o turismo da Capital" ,  tema da 38ª edição da Lide Live, que teve como mediador o presidente do Lide RS, Eduardo Fernandez e foi transmitida de forma virtual, nesta terça-feira, pelo Grupo de Líderes Empresariais. Gestor do projeto, Eugênio Corrêa  antecipou que grandes eventos deverão ocupar os espaços do Cais no próximo ano, a exemplo de festas como St. Patrick's Day e Oktoberfest e dos tradicionais eventos de calendário que poderão reunir até 5 mil pessoas.

Segundo Corrêa, o projeto -  que abriga várias atividades em segmentos como gastronomia, varejo, lazer, cultura e esportes e teve sua primeira fase inaugurada recentemente - terá  outras etapas  em curto prazo, tendo em vista o interesse de novos empreendedores para ingressar no projeto. ”Este projeto foi pensado para as próximas décadas”, afirmou ele,  lembrando que o contrato de concessão para as empresas DC Set e Tornak é de apenas cinco anos. Eugênio acredita que a partir daí estarão prontos para novos desafios, caso a permissão não seja renovada.

O presidente do LIDE RS, Eduardo Fernandez ressaltou a importância do empreendimento para o turismo em Porto Alegre. “Precisávamos evoluir em ações para a expansão do nosso turismo e agora começamos a melhorar nossa atratividade, fazendo com que os turistas com destino à Serra permaneçam alguns dias na cidade’, considerou. "O processo de negociações para a implantação do projeto, iniciado ainda em 2002, “não foi nada fácil” até a assinatura do protocolo de intenções pelo atual governo no início de 2020" , lembrou  o sócio-diretor da DC SET, que destacou, ainda,  que novas operações e inúmeras atividades para o Cais estão sendo objeto de interesse para a concretização de parcerias.

Corrêa ressaltou também que considera as atrações náuticas um dos grandes pilares do projeto. “Precisamos aproveitar todo este potencial de passeios com pequenas embarcações” e o Cais Embarcadero está preparado para isto”, afirmou.


Mais Lidas





Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895