Empresário Renato Ribeiro morre aos 75 anos em Porto Alegre
capa

Empresário Renato Ribeiro morre aos 75 anos em Porto Alegre

Economista foi proprietário do Correio do Povo, da Rádio Guaíba e da TV Guaíba

Por
Luciamem Winck

Renato Ribeiro foi proprietário do Correio do Povo

publicidade

O economista e empresário gaúcho Renato Bastos Ribeiro, 75 anos, ex-proprietário do Correio do Povo, da Rádio Guaíba e da TV Guaíba, morreu na manhã desta sexta, em Porto Alegre, exatamente 22 meses depois de sofrer uma parada cardio-respiratória grave, que resultou em vários meses de internação hospitalar. Ele passou mal quando jantava com 10 casais de amigos, quatro dos quais eram médicos e que tentaram reanimá-lo. "Ele descansou", resumiu o irmão e ex-diretor administrativo do Correio do Povo, Carlos Bastos Ribeiro. O empresário deixa mulher, quatro filhos e 10 netos. Neste sábado, o velório começa às 8h e o sepultamento ocorre às 15h no Cemitério da Irmandade do Arcanjo São Miguel e Almas.

Ribeiro foi proprietário das três empresas jornalísticas até fevereiro de 2007, quando foram vendidas ao Grupo Record. Foi ele o responsável pelo renascimento do Correio do Povo já que, a partir de 1979, a Companhia Jornalística Caldas Júnior começou a enfrentar dificuldades, por conta da elevada dívida assumida para a instalação da TV Guaíba. Foi um período em que as portas de novos financiamentos se fecharam no Brasil, devido à primeira crise internacional do petróleo, e a inflação recrudesceu. 

Em 16 de junho de 1984, o Correio deixou de circular, somente retornando em 31 de agosto de 1986, já sob o controle do empresário, após 22 meses fechado. Em 26 de maio de 1987, passou a ser um tabloide e experimentou novas inovações tecnológicas. Foi sob seu comando que, em 1997, o Correio entrou na internet com o site CP.Net que replicava todo o conteúdo do jornal impresso para os assinantes. Também na década de 90, a impressão do jornal passou a ser realizada em três parques gráficos, simultaneamente, com transmissão via satélite.