Everton e Rodinei passeiam de limousine com pacientes do Instituto do Câncer Infantil
capa

Everton e Rodinei passeiam de limousine com pacientes do Instituto do Câncer Infantil

Evento faz parte do Dia Internacional de Combate ao Câncer Infantil, que será celebrado no sábado

Por
Cláudio Isaías

Os jogadores Everton, do Grêmio, e Rodinei, do Inter, passearam nesta sexta-feira com crianças em evento que faz parte do Dia Internacional de Combate ao Câncer Infantil

publicidade

O atacante Everton, do Grêmio, e o lateral-direito Rodinei, do Inter, marcaram dois golaços de placa para o Instituto do Câncer Infantil (ICI). Na manhã desta quinta-feira, os dois jogadores da dupla Gre-Nal participaram de uma ação do ICI: um passeio de limousine pela cidade com oito crianças que realizam tratamento na instituição de saúde.

A atividade faz parte do Dia Internacional de Combate ao Câncer Infantil, que será celebrado no sábado, dia 15 de fevereiro. Os dois atletas estavam na companhia Davi da Silva Nunes, 7 anos, Cristiano Herbele, 13, Matheus Bieger Schalmz, 17, Kathleen Camila Luz Guimarães, 16, Renan Augusto Colletti, 13, acompanhado da mãe Anelise, Helena de Souza Barboza, 3, Pietra Maia, 10, e Aysla Giovana, 8 anos.

Durante aproximadamente 40 minutos, Everton, Rodinei e as crianças circularam pelos principais pontos turísticos de Porto Alegre a bordo da limousine Ford F 650 de 14,5 metros de extensão e 2,70 metros de altura. As crianças estavam emocionadas por estarem participando do passeio com os jogadores.

Rodinei afirmou que é sempre importante participar de campanhas para ajudar quem está precisando de uma palavra, de um carinho e de um incentivo. "Nade melhor que os jogadores do Inter e do Grêmio propiciarem um momento de conforto e ânimo para quem está em tratamento", ressaltou.

Desde janeiro em Porto Alegre, o lateral-direito do Inter se colocou a disposição para participar de outras campanhas. Já Everton disse que estava muito feliz em estar com as crianças. "É uma causa muito nobre e não podemos deixar passar essa oportunidade de alertar sobre a doença", acrescentou Cebolinha, ao afirmar que estava emocionado em particpar do passeio com os pacientes do ICI.

Segundo a presidente do instituto, Sílvia Foster, a atividade realizada em alusão ao Dia Internacional de Combate ao Câncer Infantil tem por objetivo ressaltar a importância do diagnóstico precoce. A doença representa a primeira causa de morte entre crianças e adolescentes de 1 a 19 anos no Brasil, segundo a Confederação Nacional das Instituições de Apoio e Assistência à Criança e ao Adolescente com Câncer.

Cerca de 2% de todos os tipos de cânceres no mundo ocorrem na faixa etária pediátrica e mais de 12 mil crianças e adolescentes são diagnosticados com câncer no Brasil a cada ano, segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA). Os tumores mais frequentes na infância e na adolescência são as leucemias (que afetam os glóbulos brancos), os que atingem o sistema nervoso central e os linfomas (sistema linfático).

Em 2019, o Instituto do Câncer Infantil realizou mais de 22 mil atendimentos pela equipe multidisciplinar, em diversas áreas, como serviço social, nutrição, odontologia, psicologia, pedagogia, psicopedagogia, fonoaudiologia, fisioterapia e recreação. Criado em 1991, o ICI é uma organização sem fins lucrativos que atua para aumentar as chances de cura do câncer infanto juvenil com sede em Porto Alegre na rua São Manoel, no bairro Rio Branco.

O instituto atua em campanhas de diagnóstico precoce em todo o Rio Grande do Sul através da capacitação de agentes comunitários. É também referência na assistência multidisciplinar de crianças e adolescentes com câncer e proporciona todo o auxílio complementar necessário para a continuidade do tratamento.