F1 anuncia cancelamento dos GPs do Azerbaijão, Singapura e Japão
capa

F1 anuncia cancelamento dos GPs do Azerbaijão, Singapura e Japão

Organização diz acreditar ainda no projeto de ter de 15 a 18 provas até o fim da temporada em Abu Dhabi

Por
AFP

F1 anuncia cancelamento dos GPs do Azerbaijão, Singapura e Japão


publicidade

Os Grandes Prêmios de Fórmula 1 do Azerbaijão, Singapura e Japão foram cancelados devido à pandemia do novo coronavírus, anunciaram nesta sexta-feira os organizadores.

"Estas decisões foram tomadas devido aos diferentes desafios que nossos promotores enfrentam nestes países", afirmou a empresa que promove o Mundial da categoria, o Formula One Group, em um comunicado. "Em Singapura e no Azerbaijão, os prazos necessários para a construção dos circuitos urbanos tornam impossível a organização dos eventos em um período de incerteza. No Japão, as atuais restrições de viagens também levaram à decisão de não manter a corrida", acrescentou a empresa.

A temporada de Fórmula 1, que deveria ter começado em março na Austrália, terá início em 5 de julho na Áustria. Oito provas serão disputadas na Europa entre julho e setembro, sem a presença de público, com número de pessoas limitado no paddock e seguindo um protocolo sanitário rígido. No comunicado, a Formula One afirma que ainda acredita no "projeto de ter entre 15 e 18 provas até o fim da temporada em Abu Dhabi em meados de dezembro".

A empresa espera divulgar o calendário completo antes do início da temporada na Áustria. "Fizemos progressos significativos no calendário revisado com os promotores atuais (dos GPs), assim como com novos promotores, e estamos particularmente animados com o interesse demonstrado por novas cidades para receber uma corrida de Fórmula 1 durante a temporada 2020", afirmou a Fórmula One.

Em uma entrevista ao site oficial da principal categoria do automobilismo mundial publicada na quinta-feira, o diretor esportivo Ross Brawn afirmou que seria "possível prolongar a temporada europeia em uma ou duas corridas a mais em caso de necessidade" para manter um número de provas satisfatório.


Além dos destinos já incluídos na temporada,, Mugello e Imola na Itália, Portimão em Portugal e Hockenheim na Alemanha são candidatos para receber provas. Programado para acontecer antes do GP de Abu Dhabi, o encerramento do campeonato, Bahrein também poderia receber duas corridas em traçados diferentes, afirmou Brawn.