Fabricante faz recall de implantes de silicone que podem elevar risco de câncer
capa

Fabricante faz recall de implantes de silicone que podem elevar risco de câncer

Tipo raro de linfoma estaria sendo desencadeado por próteses da Allergan

Por
Estadão Conteúdo

Remoção da prótese pode evitar por completo os riscos

publicidade

A fabricante de implantes de silicone Allergan anunciou recall mundial nesta quarta-feira, diante do alerta de que seus produtos podem elevar o risco de câncer. O aviso foi feito pela Food and Drug Administration (FDA), agência reguladora dos Estados Unidos, que disse ter informações sobre a ligação do produto com a maioria dos casos de um tipo raro de linfoma.

Em comunicado no Brasil, a Allergan relatou que o recolhimento compreende os seguintes produtos: Natrelle Expansor Tissular, Natrelle Implante Mamário Texturizado e o Natrelle Implante Mamário Duplo Lúmen. Segundo a empresa, essa é uma precaução e a segurança dos clientes é prioridade.

Os implantes mamários e os expansores de tecido texturizados preenchidos com solução salina e silicone Biocell não serão mais vendidos. Cirurgiões não devem mais usar as próteses e expansores de tecido mencionados e todos os produtos em estoque devem ser devolvidos à Allergan. A FDA não recomenda remover os implantes porque o câncer é raro, mas pondera que um acompanhamento médico é indicado em caso de apresentação de sintomas, como dor e inchaço. As autoridades de saúde começaram a ligar os implantes ao câncer em 2011.

A doença não é um tipo de câncer de mama, mas um linfoma que cresce na cicatriz nos seios, que usualmente pode ser tratado com remoção cirúrgica dos implantes. A agência disse que mais de 80% dos 570 casos confirmados de linfoma no mundo têm conexão com os implantes da Allergan. A decisão foi tomada após a FDA receber 116 notificações de câncer. Esses casos fizeram disparar o total de mortes, de 9 para 33; ao menos 12 dizem respeito a mulheres com implantes Allergan.