Fenaban se aproxima de proposta dos bancários
capa

Fenaban se aproxima de proposta dos bancários

Comando da greve se reuniu para avaliar oferta

Por
Correio do Povo

publicidade

A Federação Nacional dos Bancos apresentou uma nova proposta ao Comando Nacional dos Bancários, nesta quarta-feira, data em que a paralisação da categoria chegou ao 30° dia. A oferta apresenta uma proposta de reajuste inferior à inflação e ao pedido pelos bancários: 8% mais abono de R$ 3,5 mil. No vale-alimentação o reajuste seria de 15% e de 10% no vale-refeição e no auxílio creche-babá. A licença-paternidade passaria para 20 dias. Além disso, sobre emprego, seria criado um centro de realocação e requalificação.

Para 2017, a proposta prevê reajuste de acordo com a inflação (INPC) mais 1% de aumento real para os salários e em todas as verbas. Sobre os dias parados, a Fenaban propõe a compensação de todos os dias, sem prazo limite.

Para o retorno ao trabalho a categoria exige da Fenaban índice de 14,78% (inflação mais 5% de aumento real), PLR de 3 salários mais R$ 8.317,90 e piso de R$ 3.940,24.

Após a apresentação da proposta, ambos os lados realizaram um intervalo e o Comando Nacional dos Bancários reuniu-se para avaliar. O SindBancários acompanha a reunião e irá atualizar as informações.