Força Nacional vai reforçar segurança na fronteira do Acre

Força Nacional vai reforçar segurança na fronteira do Acre

Ação tem como objetivo auxiliar por 60 dias no "bloqueio excepcional e temporário de entrada no País de estrangeiros"

AE

Auxílio na segurança da fronteira terá duração de 60 dias, conforme publicação no DOU

publicidade

O Ministério da Justiça autorizou o emprego da Força Nacional de Segurança Pública em apoio ao Governo do Estado do Acre para auxiliar as agências de segurança pública estaduais "nas atividades de bloqueio excepcional e temporário de entrada no País de estrangeiros". A decisão está publicada no Diário Oficial da União (DOU) e se dará "em caráter episódico e planejado" por sessenta dias, a contar desta quinta-feira, 18 de fevereiro.

"A operação terá o apoio logístico do órgão demandante, que deverá dispor da infraestrutura necessária à Força Nacional de Segurança Pública", diz a portaria. "O contingente a ser disponibilizado obedecerá ao planejamento definido pela Diretoria da Força Nacional de Segurança Pública da Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça e Segurança Pública", acrescenta.

Veja Também

A fronteira terrestre do Brasil está fechada desde o ano passado para restringir o ingresso de estrangeiros e assim conter a disseminação do novo coronavírus. A norma em vigor proíbe a entrada de estrangeiro de qualquer nacionalidade por rodovias ou por transporte aquaviário, com exceção de visitantes do Paraguai, que estão liberados a entrar no Brasil desde outubro.

A norma, no entanto, não impede a entrada de estrangeiros no País por via aérea, a não ser que venham do Reino Unido, África do Sul e Irlanda do Norte - países incluídos na restrição pelo "impacto epidemiológico" que poderiam causar ao Brasil em virtude de terem registrado casos de pacientes infectados por uma nova variante do coronavírus.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895