Freeway tem movimento intenso na manhã do feriado do Dia do Trabalhado

Freeway tem movimento intenso na manhã do feriado do Dia do Trabalhado

Mesmo com as restrições devido a pandemia, mais de 6 mil veículos passaram pelo pedágio de Santo Antônio da Patrulha

Eduardo Amaral

Mais de 6,2 mil veículos cruzaram pelo pedágio de Santo Antônio da Patrulha rumo ao Litoral Norte neste feriado de Dia do Trabalho

publicidade

Mesmo em meio à pandemia do novo coronavírus, o movimento na Freeway em direção ao litoral foi grande durante a manhã desta sexta-feira. Mais de 6,2 mil veículos cruzaram pelo pedágio de Santo Antônio da Patrulha rumo ao Litoral Norte. Embora o movimento esteja abaixo do que se via em outros feriados, foi bem mais intenso do outros momentos de isolamento social.

A servidora pública Ligia Amaral, 26 anos, utiliza a rodovia todos os finais de semana em direção a Cambará do Sul, na região dos Campos de Cima da Serra. “Achei o movimento bem mais intenso que nos outros finais de semana”, avaliou.

No banco do passageiro estava a bancária Luísa Amaral, 28 anos e irmã de Ligia. Ela explica que a família sai todos os finais de semana de um isolamento para outro. “A gente sai de Porto Alegre e vamos para a casa que temos em Cambará. Se tu sai da tua casa para ir para tua outra casa eu acho que não tem problema, e muita gente tem casa na praia”, diz ela avaliando o motivo da movimentação maior na rodovia.

Mesmo assim, ela tem visto um afrouxamento nas medidas de isolamento recomendadas por especialistas da saúde para evitar a proliferação do novo coronavírus. “Acontece isso porque o governo fica dizendo que está tudo bem.”

A concessionária da BR 290 diz que tem tomado as medidas necessárias para evitar a proliferação do vírus através dos atendentes de pedágio. A empresa informa que, desde o dia 13, todos os colaboradores estão utilizando máscaras de proteção facial. Porém, não foram adotadas luvas para quem manuseia o dinheiro.

A orientação é que eles façam higienização regular das mãos durante e após a jornada de trabalho, além da desinfecção dos locais. Foram distribuídos 1,5 mil kits de atendimento específico para o coronavírus. Também foram entregues 4 mil litros de álcool gel aos trabalhadores e 200 mil litros da solução utilizada para desinfecção das unidades de trabalho. A empresa afirma ainda que capacitou 8 mil pessoas para atuarem na prevenção e controle do novo coronavírus e disponibilizou 200 médicos em suas equipes.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895