Frigorífico JBS tem interdição restabelecida em Passo Fundo

Frigorífico JBS tem interdição restabelecida em Passo Fundo

Empresa voltaria a funcionar neste sábado

Correio do Povo

publicidade

O frigorífico JBS Aves Ltda, de Passo Fundo, teve sua interdição restabelecida, conforme decisão do Ministério Público do Trabalho (MPT), na noite dessa sexta-feira. O Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (TRT-RS) deferiu o pedido de liminar em mandado de segurança, impetrado pela procuradora Márcia Bacher Medeiros, contra ato do juiz titular da 2ª Vara do Município, Luciano Ricardo Cembranel. 

O desembargador Federal Marcos Fagundes Salomão restabeleceu a paralisação total das atividades do frigorífico, imposta pela Inspeção do Trabalho, até que a empresa comprove atendimento rigoroso e integral do que lhe foi determinado. Caso a liminar não tivesse sido cassada pela liminar do desembargador, o retorno dos empregados na JBS ocorreria neste sábado. 

A pena de multa pelo descumprimento é de R$ 10 mil por dia e por empregado, sem prejuízo de outras medidas que visem dar efetividade a decisão, em caso de funcionamento sem cumprir as exigências do Auto de Interdição. A empresa tem 2.625 trabalhadores. A JBS de Passo Fundo foi interdidata em abril. 

JBS de Passo Fundo soma 62 casos 

Segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde, atualizados na quinta-feira, a JBS Passo Fundo tem 62 casos de trabalhadores confirmados com contaminação de Covid-19, dos quais 16 se encontram hospitalizados.

Ainda existem 11 contatos próximos confirmados, seis mortes de parentes dos empregados e 284 empregados com sintomas da doença.

O município tem 17 mortes devido à doença e 246 casos confirmados, segundo a Secretaria Estadual de Saúde. 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895