Futebol de bombacha levanta torcida na no litoral

Futebol de bombacha levanta torcida na no litoral

Competição uniu paixão tradicionalista e esporte na disputa pelo troféu "Menos Pior"

Por
Gisiane dos Santos/Correio do Povo

Futebol de bombacha levanta a torcida na praia de Tramandaí


publicidade

Um fato inusitado chamou a atenção dos veranistas na tarde deste sábado. A 18º edição do Futebol de Bombachas na praia de Tramandai, reuniu uma multidão de curiosos no Litoral Norte. A competição, que não envolvia premiação em dinheiro, tinha o objetivo de mostrar a união da tradição gaúcha com o esporte. Além disso, a ação que propiciou a confraternização entre amigos, animou o público presente que vibrava a cada drible, consideravelmente atrapalhado pelas roupas, dos jogadores.

Divididos em Chimangos e Maragatos, os atletas corriam sob a forte influência do sol e da areia fina da praia. “É a primeira vez que participo e espero participar mais vezes”, destacou o maragato Luiz Eduardo da Rosa, de 13 anos, que atuou como zagueiro. Para o jovem, entre as dificuldades de se jogar pilchado, está o calor, devido a roupa de cor preta e fita branca, e à bota que esquenta bastante. “Gosto muito de futebol, mas realmente a roupa atrapalha um pouco o desenvolvimento da jogada”, disse.

De acordo com o instrutor e diretor da Academia de Dança Tiaraci, Nilson Mendes, o objetivo da ação é unir a cultura à prática esportiva. “Queremos incentivar e divulgar, através de uma brincadeira saudável, o tradicionalismo gaúcho”, destacou.

O evento foi promovido pela academia de dança de Novo Hamburgo, em parceria com a loja de locações tradicionalistas Recanto das Pilchas, e teve o apoio do Departamento Geral de Desporto da prefeitura de Tramandaí. A ação ocorreu entre as guaritas 152 e 153 e contou com apresentações musicais e a entrega do troféu Menos Pior para o time vencedor do jogo.

A partida já foi realizada também em eventos como a Semana Farroupilha e na abertura dos preparativos para a Copa do Mundo, em janeiro de 2012, em Porto Alegre.

Pilcha esquenta e atrapalha os dribles, mas não diminui a "raça" dos tradicionalistas /Foto: Tarsila Pereira


Bookmark and Share