Galpão leva biblioteca ao Acampamento Farroupilha
capa

Galpão leva biblioteca ao Acampamento Farroupilha

Piquete Estrela Gaúcha combina literatura e tradição

Por
Correio do Povo

Livros foram pendurados por barbantes no centro do galpão

publicidade

Calor de 35 graus, vento forte e muito tradicionalismo. Três ingredientes que estiveram presentes no Acampamento Farroupilha durante a segunda-feira. Durante a tarde o movimento foi fraco, poucas pessoas se encorajaram a enfrentar as altas temperaturas para visitar o espaço. Quem chegava tratava logo de procurar uma sombra. O chimarrão deu lugar para a água gelada. Porém houve aqueles que não se intimidaram e visitaram cada piquete para conhecer um pouco mais a história do Rio Grande do Sul.

Localizado em uma esquina está o Piquete Estrela Gaudéria, de Porto Alegre. De longe já é possível ver diversos livros pendurados por um barbante no centro do galpão, bem ao lado das churrasqueiras, que preparam os pratos preferidos dos visitantes, a carne assada.

A Biblioteca Aérea embeleza o espaço e leva cultura. De acordo com a integrante da coordenação geral do local, Elisamar Rodrigues, muitas pessoas aproveitam o momento para folhear e conhecer os escritores que contam a história do gaúcho.

“É gratuito, é só chegar. Queremos mostrar que não é apenas comer e beber, pensar faz parte da nossa cultura”, disse. Autores como Simões Lopes Neto, Alcy Cheuiche e Ivan Pedro de Martins estão à disposição dos visitantes. “Tem exemplares de conto e poesia, mas tem também de histórias mais extensas. O público gosta”, afirmou. O patrão Ademir Rodrigues, 54, fez questão de falar sobre o livro “Casas Acolhedoras”, assinado por Ivan Pedro de Martins.

“Ele faz parte de uma trilogia que fala justamente sobre o êxodo rural e todas as dificuldades enfrentadas pelas famílias. São informações da nossa história”, destaca. Ele contou que o fim de semana foi de movimento no espaço, principalmente no domingo, quando a chuva parou. E convidou a todos para conhecer o Piquete Estrela Gaudéria.