Gays são agredidos ao recusar táxi clandestino no Rio de Janeiro

Gays são agredidos ao recusar táxi clandestino no Rio de Janeiro

Casal homossexual ficou ferido após briga no aeroporto do Galeão

AE

publicidade

Dois taxistas clandestinos foram presos nesta segunda-feira suspeitos de agredir um casal homossexual que se recusou a fazer uma corrida com eles quando saía do aeroporto internacional do Galeão, no Rio de Janeiro. Segundo a Polícia Civil, o casal foi abordado por um dos taxistas, que ofereceu uma corrida. Como os dois possíveis clientes se recusaram a entrar no táxi, o motorista teria começado a xingar e depois a agredir o casal com socos e chutes. Um rapaz tentou interromper a briga, mas o segundo taxista também entrou na confusão e a agressão continuou. Quando uma das vítimas caiu, o segundo taxista chutou sua cabeça.

A briga só parou com a chegada de seguranças e policiais. As imagens foram gravadas por câmeras de segurança do aeroporto. Um dos taxistas, de 31 anos, foi preso logo após a agressão. O outro, de 41 anos, fugiu, mas foi identificado e preso nesta segunda à noite. Eles foram indiciados por tentativa de homicídio. A vítima agredida com chute na cabeça fraturou ossos do rosto e está internado em um hospital da Ilha do Governador. Ele não corre risco de morte.


Bookmark and Share

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895