Governo do RS analisa ofertas da Arena e do Beira-Rio para hospitais de campanha
capa

Governo do RS analisa ofertas da Arena e do Beira-Rio para hospitais de campanha

Uso de espaços será de acordo com a necessidade diante do avanço do novo coronavírus

Por
Correio do Povo

Arena do Grêmio e estádio Beira-Rio poderão ser utilizados como hospital de campanha


publicidade

Devido ao avanço do novo coronavírus no Rio Grande do Sul, o governo do Estado já analisa a possibilidade montagem de hospitais de campanha, medida que já foi realizada em São Paulo, local que tem o maior número de mortes pela Covid-19. Em entrevista à Rádio Guaíba, o governador Eduardo Leite destacou que já recebeu propostas oferecendo a Arena e o Beira-Rio para a criação de centros hospitalares. 

"Estamos recebendo muita oferta de espaços, desde a Arena do Grêmio até o Beira-Rio, do Sport Clube Internacional, além de outros clubes esportivos de Porto Alegre e do interior do Estado, que já ofertaram espaços para que possamos instalar hospitais de campanha", disse Leite. 

O governador explicou que os espaços oferecidos estão sendo contabilizados para que depois seja analisada a possibilidade da construção de hospitais de campanha. "Nós estamos analisando a questão, observando espaços disponíveis em hospitais particulares que vão deixar de fazer cirurgias eletivas e colocam a sua estrutura à disposição. Temos um de Taquara que pode ser utilizado integralmente. Hotéis também estão se colocando à disposição. Todos estes locais serão organizados de acordo com a necessidade apresentada", argumentou. "Até aqui, o que observamos é que os espaços instalados no RS dão conta da demanda para as próximas semanas. Estamos preparando uma segunda fase com a hipótese de crescimento de casos, o que exige a instalação destes hospitais", completou.