Governo federal dá ordem de início para obras de revitalização do Trensurb

Governo federal dá ordem de início para obras de revitalização do Trensurb

Obras em 12 estações e recuperação de passarelas e terminais de integração estão dividas por lotes, que devem ser concluídos em oito meses

Felipe Samuel

Obras devem ser concluídas em oito meses

publicidade

Com objetivo de melhorar as condições de mobilidade urbana e adaptar as estações do Trensurb às normas de acessibilidade, o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, assinou nesta sexta-feira, em Porto Alegre, uma ordem de serviço para as obras de revitalização. Com orçamento previsto de R$ 7,6 milhões, estão previstas melhorias em 12 estações e a recuperação de passarelas e terminais de integração. O prazo para conclusão das obras é oito meses.

Ao visitar a sede da Trensurb, no Humaitá, na Zona Norte, onde também almoçou, Marinho afirmou que a liberação dos recursos pelo governo federal visa garantir investimentos para recuperação e manutenção de estações "que estão depreciadas". "A nossa preocupação maior é com usuário, com a melhoria da qualidade do serviço para a população. Os recursos estão sendo internalizados aqui na Trensurb e todo trabalho que deveria ter sido feito de contratação, de licitação, já foi terminado", destacou.

As contratações foram divididas em três lotes e preveem, entre outras obras, adequação de corrimãos às normas de acessibilidade e PPCI; instalação de piso podotátil; adequação de sanitários para pessoas com deficiência. "Nosso compromisso é com a melhoria da qualidade do serviço que é prestado aos passageiros", assinalou.

As contratações para as reformas nas estações foram divididos em lotes

Lote 1: estações Mercado, São Pedro, Aeroporto e Anchieta, em Porto Alegre, Niterói e Fátima, em Canoas. Lote arrematado pela empresa Construtec MS por R$ 2,5 milhões. Prazo de execução: oito meses a partir da ordem de início de serviços.

Serviços previstos nas estações Aeroporto, Anchieta, Niterói e Fátima:
- recuperação da pintura;
- reforma de sanitários (incluindo adaptação para pessoas com deficiência);
- instalação de portas automáticas de acesso;
- adequação de corrimãos às normas de acessibilidade e plano de prevenção contra incêndio (PPCI);
- instalação de piso podotátil;
- ajustes na comunicação visual;
- instalação de elevadores.

Serviços previstos nas estações Mercado e São Pedro:
- adequação de corrimãos às normas de acessibilidade e PPCI;
- instalação de piso podotátil;
- adequação de sanitários para pessoas com deficiência;
- instalação de porta automática de acesso (Estação São Pedro). O valor estimado dos serviços é de R$ 2,5 milhões e o prazo para sua execução é de oito meses a partir da ordem de início de serviços.

Lote 2: estações São Luís e Petrobras, em Canoas, Luiz Pasteur e Sapucaia, em Sapucaia do Sul. Lote arrematado pela empresa Construtec MS por R$ 2,3 milhões. Prazo de execução: sete meses a partir da ordem de início de serviços.

Serviços previstos:
- recuperação da pintura;
- reforma de sanitários (incluindo adaptação para pessoas com deficiência);
- instalação de portas automáticas de acesso;
- adequação de corrimãos às normas de acessibilidade e PPCI;
- instalação de piso podotátil;
- ajustes na comunicação visual;
- instalação de elevadores.

Lote 3: estações Unisinos e São Leopoldo, em São Leopoldo. Lote arrematado pela empresa Construtec MS por R$ 1,3 milhões. Prazo de execução: cinco meses a partir da ordem de início de serviços.

Serviços previstos:
- construção de sanitários para pessoas com deficiência;
- instalação de piso podotátil e substituição de piso das plataformas;
- adequação de corrimãos às normas de acessibilidade e PPCI;
- instalação de portas automáticas de acesso;
- instalação de elevador (Estação Unisinos).

Reforma de passarelas e terminais de integração: estações Niterói, Fátima, Mathias Velho, Esteio e Sapucaia. Situação atual do processo licitatório: em análise de recurso administrativo. Valor estimado dos serviços: R$ 1,5 milhão. Prazo de execução: três meses a partir da ordem de início de serviços.

Serviços previstos:
- recuperação de coberturas;
- iluminação;
- estruturas metálicas e em concreto;
- reparos no piso dos passeios;
- execução de cobertura da passarela do lado leste da Estação Mathias Velho.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895