Homem acusado de tentar matar a ex-mulher a facadas irá a júri em Jaguarão

Homem acusado de tentar matar a ex-mulher a facadas irá a júri em Jaguarão

Relacionamento entre o casal durou sete anos e terminou no final de 2019

Cláudio Isaías

publicidade

O Tribunal do Júri da Comarca de Jaguarão julgará, no próximo dia 14 de dezembro, às 9h, um homem acusado de cometer tentativa de feminicídio contra a sua ex-mulher, em abril deste ano. Ele desferiu 10 facadas na vítima, na rua, quando ela saía do trabalho.  De acordo com o Ministério Público gaúcho, autor da denúncia, o crime ocorreu no dia 11 de abril deste ano, na rua, por volta das 16h. Os golpes atingiram braços, pernas, e peito da vítima, que conseguiu pedir ajuda e foi socorrida a tempo. O relacionamento durou por sete anos e terminou no final de 2019.

Em depoimento, a mulher relatou que, naquele dia, saiu do trabalho e estava indo ao posto de combustível para abastecer a sua motocicleta, quando viu o veículo do ex-companheiro. Ele colidiu contra a motocicleta da ex-mulher, que caiu, mas conseguiu fugir. Numa nova tentativa, o réu promoveu outra colisão e, dessa vez, derrubou a vítima. Ela contou ainda que o agressor já saiu do carro com a faca na mão e começou a desferir os golpes. Ela levou 10 facadas. O homem fugiu, enquanto a vítima era socorrida por pessoas que passavam pelo local.

A prisão preventiva do acusado foi decretada em 14 de abril. A denúncia foi recebida em 20 de maio e, durante a instrução processual, foram ouvidas a vítima, seis testemunhas e interrogado o réu. O homem foi pronunciado em 14 de outubro, quando o magistrado considerou haver provas suficientes para que ele seja julgado pelo Tribunal do Júri da Comarca de Jaguarão. O crime ocorreu já durante a pandemia do coronavírus, e toda a instrução do processo e pronúncia do réu também ocorreram no período, em ágil tramitação no Judiciário local.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895