Hospital Santa Ana recebe visita técnica do Ministério da Saúde

Hospital Santa Ana recebe visita técnica do Ministério da Saúde

Técnicos conheceram o modelo de assistência aplicado na linha de cuidados prolongados e cuidados paliativos

Cláudio Isaías

Hospital Santa Ana, em Porto Alegre, é especializado em internações prolongadas

publicidade

O modelo de atendimento do hospital Santa Ana foi apresentado nesta quarta-feira para uma equipe do Ministério da Saúde durante uma visita técnica a sede da instituição na zona Sul de Porto Alegre. Os técnicos do ministério durante aproximadamente duas horas participaram de uma reunião feita com servidores da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) e da Associação Educadora São Carlos (Aesc), mantenedora do Hospital Mãe de Deus, e que faz a gestão do Santa Ana.

Além disso, eles conheceram as dependências do hospital onde toda regulação dos leitos é feita pela SMS. O superintendente executivo de Saúde Pública da AESC, Eduardo Blanski, disse que a equipe do ministério veio conhecer o modelo de assistência aplicado na linha de cuidados prolongados e cuidados paliativos.

"O Hospital Santa Ana é hoje no Brasil a instituição de saúde que possui o maior número de leitos habilitados para essa linha de cuidado. É um modelo para inspirar novas implementações neste sentido", ressaltou.

Veja Também

Na linha de cuidado prolongado, os pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) permanecem de 10 a 90 dias em 68 leitos. O diretor de Atenção Hospitalar da SMS, João Marcelo Lopes Fonseca, afirmou que a visita dos técnicos do Ministério da Saúde foi importante porque há um reconhecimento ao papel de rede que o Santa Ana desempenha para a atenção hospitalar de Porto Alegre ao receber para internação de pacientes de longa permanência.

Entre as equipes da área da saúde, é conhecido como "o hospital dos hospitais", por ser o local que abriga os pacientes que necessitam de cuidados prolongados, liberando vagas em hospitais de alta complexidade de Porto Alegre. O Hospital Santa Ana foi responsável por liberar mais de 2,5 mil leitos na saúde pública da Capital somente no primeiro ano. Isso porque, entre agosto de 2018 e agosto de 2019, a instituição de saúde recebeu 2.618 pacientes transferidos de outros hospitais da Capital.

O funcionamento do hospital é fruto de uma parceria entre a prefeitura e a Aesc. O Santa Ana atende 100% pelo SUS e possui 56 leitos de saúde mental, 56 de longa permanência, 82 clínicos (60 deles de retaguarda clínica para pronto atendimentos e emergências) e 10 leitos em Unidade de Terapia Intensiva (UTI). A estrutura conta ainda com um serviço de reabilitação auditiva e tomografias e raio-x para a rede de saúde, além de uma equipe do Melhor em Casa.

O hospital Santa Ana, inaugurado em agosto de 2018, é o mais novo hospital da AESC e está localizado ao lado do hospital Espírita, na zona Sul de Porto Alegre. Classificado como um hospital de média complexidade, é voltado para uma assistência referenciada, focado na recuperação e no tratamento de pacientes clínicos encaminhado por outros hospitais, motivo pelo qual não possui urgência nem emergência. A instituição conta ainda com uma UTI, um bloco cirúrgico e um total de 203 leitos.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895