IBGE quer apoio policial para a coleta do Censo

IBGE quer apoio policial para a coleta do Censo

Dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública mostram que das 30 cidades que registraram média móvel superior a 100 homicídios para cada 100 mil habitantes entre 2019 e 2021, 13 ficam na Amazônia Legal

AE

IBGE quer apoio policial para coleta dos dados

publicidade

Problemas de segurança pública levaram o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) a buscar apoio da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal para preparar a operação de coleta do Censo Demográfico 2022 na região da Amazônia. A informação é de Eduardo Rios Neto, presidente do órgão censitário.

Dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública mostram que das 30 cidades que registraram média móvel superior a 100 homicídios para cada 100 mil habitantes entre 2019 e 2021, 13 ficam na Amazônia Legal. "Um dos problemas é a bandidagem", disse. Mais de 200 mil trabalhadores recrutados pelo IBGE devem ir a campo a partir de 1.º de agosto para coletar as informações de 76 milhões de lares brasileiros. Rios Neto afirmou que esteve recentemente em Manaus e Parintins, no Amazonas, como parte de uma jornada de visitas a agências do instituto. O presidente do órgão já percorreu quase todas as unidades da federação no esforço de mobilização para os preparativos da coleta do Censo Demográfico.


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895