Identificadas seis vítimas de acidente na BR 386, em Soledade
capa

Identificadas seis vítimas de acidente na BR 386, em Soledade

Uma criança de seis anos chegou a ser encaminhada para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos. Todos faziam parte da mesma família

Por
Samantha Klein

As vítimas fatais eram moradoras de Canoas, na Região Metropolitana

publicidade

A Polícia Civil identificou as seis pessoas que estavam em um Pegeout 207 envolvido em um acidente fatal na BR 386, em Soledade, região Central do Estado. Todos são da mesma família e moravam em Canoas.

Estavam no veículo de passeio Everton da Silva Geraldi, 36 anos, que conduzia o veículo; Jaqueline Amaral Erohin Geraldi, 39 anos esposa do motorista; o filho do casal, Lorenzo Erohin Geraldi, seis anos; os pais do condutor, Ivanir Geraldi, 61 anos, e Ana Lúcia da Silva, 55 anos; Juarez Geraldi, 47 anos, irmão de Ivanir. Cinco dos passageiros morreram no local.

O menino chegou a ser socorrido, mas morreu a caminho do hospital. No outro veículo, Volvo V40, estava o condutor João Miguel Borges Neto, 34 anos, morador de Soledade. Ele já foi transferido para o Hospital São Vicente de Paula de Passo Fundo. 

No local do acidente, o km 236,4 da BR 386, não há marcas de frenagem no asfalto. Conforme o delegado Márcio Marodin, a hipótese é de o motorista do Pegeout tenha dormido e invadido a pista contrária. "Trabalhamos com a hipótese de que ele tenha dormido. Claro que vamos pedir exames de toxicológicos, mas é difícil pensar que trate de um caso de embriaguez", ressaltou.

Além disso, o policial acredita que o motorista do Volvo deve ter sido surpreendido com o outro carro na pista onde trafegava, já que o trecho da rodovia é de subida. Marondin vai aguardar a recuperação de Borge Neto para obter o depoimento dele. "Não há sinais de frenagem na pista e uma colisão de 80 km/h entre os dois já causaria esse estrago lamentável".

Os corpos foram encaminhados para o Departamento Médico Legal. O trânsito já foi liberado no trecho.