Indígenas e quilombolas em Porto Alegre serão vacinados contra a Covid-19 na próxima semana

Indígenas e quilombolas em Porto Alegre serão vacinados contra a Covid-19 na próxima semana

Questão envolve acesso dos profissionais de saúde e um pedido de autorização aos caciques para circulação das equipes nas comunidades

Cláudio Isaías

Secretaria da Saúde realizou nesta manhã uma reunião para analisar as últimas definições

publicidade

As comunidades indígenas e quilombolas em Porto Alegre serão vacinadas contra a Covid-19 na próxima semana. Os detalhes da imunização estão sendo discutidos pelas equipes da área técnica da Secretaria Municipal da Saúde (SMS). A questão envolve o acesso dos profissionais de saúde, no caso das aldeias indígenas, e um pedido de autorização aos caciques para circulação das equipes nas comunidades. Os técnicos da Secretaria realizaram nesta manhã uma reunião para analisar as últimas definições do Ministério da Saúde, dentro do Plano Nacional de Imunizações, e do governo do Estado com relação a vacinação desses dois grupos.

A primeira remessa da vacina CoronaVac para Porto Alegre vai garantir a imunização de mais de 51 mil pessoas. Nesta etapa, serão vacinados idosos que residem em instituições de longa permanência, idosos acamados, pessoas com deficiência institucionalizadas e profissionais da saúde que atuam na linha de frente do combate ao coronavírus. A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) voltou a informar que neste momento, não haverá aplicação da Coronovac nas unidades de saúde da Capital.  

Nesta sexta pela manhã, a Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, encerrou a aplicação da vacina contra o coronavírus nos seus funcionários. Um total de 1.200 profissionais da linha de frente Covid da instituição de saúde foram imunizados no hospital Santa Clara. Na segunda-feira, o médico intensivista Jorge Amilton Hoher, coordenador da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) Central do Hospital Santa Clara foi o primeiro da instituição de saúde a receber a imunização. Ele foi imunizado junto com mais quatro pessoas na segunda-feira em um evento no Hospital de Clínicas de Porto Alegre que contou com as presenças do governador Eduardo Leite e do prefeito Sebastião Melo.

Veja Também

Além de Hoher, foram vacinados contra a Covid-19, por pertencerem aos grupos de risco prioritários do Plano Nacional de Imunizações: Eloina Gonçalves Born, de 99 anos, moradora do Residencial Geriátrico Donna Care; Carla Ribeiro, 32 anos, da etnia kaingang e residente da Aldeia Fag Nhin, na Lomba do Pinheiro; Joelma Kazimirski, 48 anos, auxiliar de higienização do Grupo Hospitalar Conceição (GHC); e Aline Marques da Silva, 40 anos, técnica de Enfermagem CTI Covid do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA).

Aline Marques disse que os dois filhos ficaram orgulhosos da mãe ter participado de um momento tão importante que foi a imunização. "Me senti honrada porque estamos há dez meses na linha de frente contra essa doença que já matou mais de 200 mil pessoas", acrescentou.    

Durante a imunização dos profissionais de saúde dos hospitais de Clínicas, Santa Casa de Misericórdia, Divina Providência, Mãe de Deus, Moinhos de Vento, São Lucas da Pucrs e GHC, os gestores enfatizaram que é importante ressaltar que a pandemia ainda não acabou, por isso, os protocolos estabelecidos devem ser seguidos, assim como as medidas preconizadas, como o uso de máscara, lavagem das mãos, uso de álcool gel e evitar as aglomerações.
 

 

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895