Inquérito da queda de deck na ilha das Flores já tem mais de dez depoimentos

Inquérito da queda de deck na ilha das Flores já tem mais de dez depoimentos

Investigação da 4ª DP inclui análise de documentos e espera dos laudos do Instituto-Geral de Perícias

Correio do Povo

Delegada Laura Lopes verifica imagens da festa que circularam nas redes sociais

publicidade

A titular da 4ª DP, delegada Laura Lopes, já tem mais de dez depoimentos no inquérito que apura o desabamento do deck de um restaurante na ilha das Flores, em Porto Alegre. O acidente aconteceu durante uma festa na noite de domingo passado, resultando em uma pessoa morta e vários feridos. Mais de 80 frequentadores estariam no local, situado às margens do rio Jacuí.

Nesta sexta-feira estavam previstas mais três oitivas na delegacia. “Seguimos ouvindo pessoas que estavam presentes. Algumas que se machucaram, outras que não caíram também”, sintetizou a delegada Laura Lopes à reportagem do Correio do Povo. Ela tem examinado as imagens da festa, que circularam nas redes sociais, visando identificar quem estava presente no evento.

Veja Também

A linha inicial de investigação dos policiais civis da 4ª DP é de homicídio culposo, lesão corporal e de infringir determinação do poder público destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa.

Documentos estão sendo analisados e são aguardados ainda os laudos do Instituto-Geral de Perícias, que pretende concluir o trabalho em até 30 dias. O IGP está esperando que os responsáveis pelo deck enviem o projeto estrutural do local.

Na quarta-feira passada, a equipe do IGP avaliou a estrutura da parte de baixo da estrutura colapsada em busca de vestígios que apontem para o estado de conservação do local. Uma constatação preliminar, na primeira perícia realizada, apontou o rompimento da estrutura devido ao excesso de peso causado pela aglomeração no local.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895