Inscrições para bolsistas do programa Agente Local de Inovação (ALI) do Sebrae vão até sexta-feira
capa

Inscrições para bolsistas do programa Agente Local de Inovação (ALI) do Sebrae vão até sexta-feira

Candidatos precisam ter graduação completa e concluída a partir de 2011, em diversas áreas do conhecimento

Por
Correio do Povo

São aceitas inscrições de várias áreas do conhecimento


publicidade

As inscrições para o processo seletivo de bolsistas no Projeto Agente Local de Inovação (ALI) vão até esta sexta-feira. Realizada no Rio Grande do Sul pelo Sebrae-RS e pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), a iniciativa oferece 50 vagas distribuídas entre seis regiões do Estado. A seleção ocorrerá em Porto Alegre, Caxias do Sul, Novo Hamburgo, Santa Cruz do Sul, Pelotas, Erechim e Passo Fundo, conforme interesse do candidato. Inscrições pelo site www.egaion.com.br, na página “Seleções”, acessando o link Processo Seletivo de Bolsistas - CNPq e SEBRAE/RS – 01/2020.

Serão selecionados, em um primeiro momento, 75 candidatos, que participarão de uma capacitação básica e terão uma remuneração de R$ 2 mil, pelo período de um mês, a contar da convocação. Os 50 candidatos com melhor desempenho serão indicados para atuação imediata, com remuneração de R$ 4 mil por dois anos, após a capacitação. Já os demais farão parte do cadastro reserva.

De acordo com o gestor de projetos da área de Inovação Mercado e Serviços Financeiros do Sebrae RS, Alexandre Zigunovas, “diante do atual cenário, é uma oportunidade importante para profissionais graduados atuarem junto a micro e pequenas empresas, prestando assessoria”.

Para participar é preciso ter formação universitária, com graduação completa e diploma reconhecido pelo Ministério da Educação, bacharelado ou tecnólogo, concluída a partir de 2011. Os cursos de graduação contemplados abrangem diversas áreas de conhecimento. O candidato também deverá comprovar experiência de, no mínimo, seis meses como profissional de nível superior, atuando em atividades relacionadas a pequenos negócios, gestão de empresas ou tecnologia e inovação.


Entre as atividades dos bolsistas estão acompanhar, no mínimo, 30 empresas em cada ciclo do projeto (serão três ciclos ao todo), realizar diagnósticos, devolutivas e planos de ação, mensurar indicadores mensalmente, elaborar relatórios, realizar apresentações e dinâmica de grupo, contribuir para a elaboração e aplicação das ferramentas da metodologia de inovação nas empresas acompanhadas, realizar visitas técnicas periódicas nas empresas, produzir artigos e estudos de caso, entre outras.