INSS suspende atendimento presencial a partir desta segunda no RS

INSS suspende atendimento presencial a partir desta segunda no RS

Medida irá permanecer enquanto o Estado estiver classificado em bandeira preta

Everton Calbar / Rádio Guaíba

A categoria retomou a chamada “Greve Sanitária”

publicidade

A partir desta segunda-feira, os funcionários do INSS não irão realizar atendimento presencial nas Agências de Previdência Social. A medida foi tomada após assembléia virtual categoria nesse sábado. Além disso, também ficou definido que os trabalhadores do Instituto permanecerão em trabalho remoto enquanto o Estado estiver em bandeira preta.  A categoria retomou a chamada  “Greve Sanitária”, que consiste na realização das tarefas do serviço público, como a concessão de benefícios, mas sem prestar atendimento presencial.

De acordo com o diretor do Sindicatos dos Trabalhadores Federais da Saúde, Trabalho e Previdência do Rio Grande do Sul (Sindisprev-RS), Thiago Manfroi, a decisão foi tomada em função da postura da gestão do INSS que não cumpriu as exigências do protocolo sanitário e nem autorizou a fiscalização dos locais de trabalho pelo sindicato.

“Os servidores do INSS estão assumindo seu compromisso social ao definir que não comparecerão ao trabalho presencial durante a bandeira preta. O que motivou a decisão da assembleia foi o negacionismo da gestão do Instituto, que não se comprometeu com a segurança dos usuários do INSS e nem dos trabalhadores”, pontuou.

O presidente também afirma que nas agências de grande circulação, há relatos de servidores, como os militares contratados nas agências, que não utilizam máscaras e também de usuários que não seguem as regras de distanciamento social. Vale lembrar que essa não é a primeira vez que as agências permaneceram fechadas durante a pandemia. No ano passado, os servidores estabeleceram a mesma medida entre março até setembro.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895