Instalação de 82 mil novas placas em Porto Alegre deve começar em maio
capa

Instalação de 82 mil novas placas em Porto Alegre deve começar em maio

Grupo venceu licitação com proposta de R$ 18 milhões

Por
Rádio Guaíba

publicidade

A instalação das mais de 82 mil novas placas que identificarão as ruas de Porto Alegre deve começar em maio. O contrato foi assinado na tarde desta quinta-feira, no Salão Nobre do Paço Municipal, pelo prefeito Nelson Marchezan Júnior e o Grupo Imobi, vencedor da concessão pelos próximos 20 anos. Conforme o Executivo, os serviços devem gerar, imediatamente, cerca de 75 empregos entre diretos e indiretos.

As 82,4 mil placas serão divididas em 41.239 conjuntos, dos quais 36.827 utilizarão a estrutura de casas e postes e 4.412 terão estruturas próprias, nas quais a empresa poderá fazer a exploração publicitária como forma de contrapartida.

Licitação

O Grupo Imobi venceu a licitação ao apresentar uma proposta de R$ 18 milhões. O valor é mais do que o dobro dos R$ 8,9 milhões previstos no edital e segue o exemplo da concessão de relógios. O contrato será gerido e fiscalizado pela Secretaria Municipal de Infraestrutura e Mobilidade Urbana (Smim).

Sobre as placas

Segundo o diretor técnico do projeto, Randolpho Fonseca, a empresa deverá instalar placas nas áreas mais centrais e afastadas. O investimento estimado nesse serviço é de R$ 9,4 milhões.

O modelo das placas será bem semelhante ao que existe. Todas terão nome completo, uma breve descrição da origem do nome da via, além do número do código de endereçamento postal ( CEP) e numeração da quadra. Os conjuntos com estruturas próprias, os quais também terão a exploração de publicidade, ainda terão o nome de como a via é popularmente conhecida. Todas as placas deverão estar colocadas em até 36 meses.