Leitos privados de UTI operam acima da capacidade máxima no RS

Leitos privados de UTI operam acima da capacidade máxima no RS

É a primeira vez no mês que a rede privada registram ocupação superior ao número de leitos

Felipe Samuel

É a primeira vez no mês que a rede privada registram ocupação superior ao número de leitos

publicidade

As internações em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) voltaram a apresentar elevação nesta sexta-feira no Rio Grande do Sul, com 3.008 pacientes em estado grave e taxa de ocupação de 88%. Na véspera, as UTIs tinham 2.939 casos graves. O aumento das internações impactou diretamente os leitos privados, que operavam acima da capacidade, com 898 pacientes (de um total de 886 leitos disponíveis) e lotação de 101,4%.   

Conforme dados do portal de monitoramento da Secretaria Estadual da Saúde (SES), as internações por conta do coronavírus também aumentaram para 1.845 (61,3%), seis pacientes a mais do que na quinta-feira. A rede de saúde não registrava número tão elevado de casos positivos para a doença desde 7 de abril, quando havia 1.853 casos confirmados. Outros 144 pacientes estavam internados com diagnóstico suspeito da doença, ou seja, 18 a mais do que na véspera.

Veja Também

As internações em leitos SUS apresentavam crescimento no começo da noite de hoje, com 83,4% de lotação, ou seja, 2.110 pacientes em estado grave. O número de leitos livres apresentava redução em relação ao dia anterior, com 409 unidades. Na quinta-feira eram 478. Na esteira do aumento em todo Estado, as UTIs da Capital tinham 827 pacientes, dos quais 407 com diagnóstico da doença, aumento de 23 internações em relação à véspera. A taxa de ocupação total era de 88,54%.

De acordo com dado da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), dos 18 hospitais monitorados pela pasta, cinco operavam no limite ou acima da capacidade máxima: Ernesto Dornelles (112,5%), São Lucas (110,17%), Mãe de Deus (100%), Pronto Socorro (100%) e Restinga (100%). Outros cinco registravam taxa de ocupação igual ou superior a 90%. Com mais 54 mortes confirmadas em decorrência da Covid-19, o RS contabiliza 28.663 óbitos desde o começo da pandemia. Em quatro dias, junho já registra 135 mortes por conta do coronavírus.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895