Lobão pode explicar causas do blecaute no Senado

Lobão pode explicar causas do blecaute no Senado

Base governista garante que ministro falará na Câmara nesta terça-feira

Agência Brasil

Lobão pode a explicar causas do blecaute no Senado

publicidade

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, já deu sinal verde aos líderes da base do governo no Senado para articularem a ida dele, nesta terça-feira, à Comissão de Assuntos Econômicos (CAE). A finalidade é esclarecer as causas do blecaute da semana passada, que interrompeu por várias horas o fornecimento de energia elétrica em 18 estados e por alguns minutos no Paraguai. As informações são dos líderes da base aliada.

Os governistas consideram que não há motivos para que a audiência pública com Lobão ocorra somente na próxima quinta-feira, quando a comissão de Infraestrutura reúne-se, causando mais uma semana de desgaste ao Executivo. Eles também trabalham com a expectativa de que o ministro apresente informações conclusivas para esvaziar o requerimento de convite a Dilma Rousseff. Mesmo sem o parecer técnico em mãos, que só ficará pronto no decorrer da semana, o ministro tem recebido informações a todo tempo dos dirigentes do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), responsável pelas investigações.

Nesta terça, no Rio de Janeiro, os especialistas envolvidos na investigação reúnem-se para concluir o parecer sobre as causas do blecaute. O documento será entregue aos dirigentes e ao ministro.A assessoria de imprensa de Lobão informou que, também na terça, às 14h, o ministro tem reunião agendada com o comitê de monitoramento do setor elétrico que envolve dirigentes do Operador Nacional do Sistema e da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). É justamente com as informações já colhidas pelo ministro que os governistas no Senado trabalham para que Lobão dê explicações convincentes sobre o episódio.

O objetivo é evitar mais uma semana de desgaste político por conta das repercussões do blecaute. O líder do PSDB, Arthur Virgílio Neto (AM), apresentou requerimentos na semana passada para que Edison Lobão e Dilma Rousseff, ministra-chefe da Casa Civil e ex-ministra de Minas e Energia, comparecessem ao Senado.

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895