Mais de 800 casos de caxumba foram notificados neste ano em Rio Grande

Mais de 800 casos de caxumba foram notificados neste ano em Rio Grande

Vigilância Epidemiológica pede que pessoas com sintomas procurem atendimento

Angélica Silveira

publicidade

Até o momento, 809 casos de caxumba foram notificados para a Secretaria Municipal de Saúde de Rio Grande, no sul do Estado. Ano passado foram duas notificações. A enfermeira da Vigilância Epidemiológica da cidade, Valéria Risso acredita que existam mais casos da doença na cidade.

“Muitas pessoas não procuram atendimento, tratam a doença em casa e acabamos não sendo notificados. O que é errado, pois a partir destas notificações podemos intensificar as ações”, observa.

Vários surtos – quando três pessoas, pelo menos, possuem a doença no mesmo local – foram registrados na cidade como em escolas, empresas e também na universidade, por exemplo. “Estamos intensificando a vacinação. Quando há um local de surto, como na Universidade, por exemplo, vamos até o campus e vacinamos toda a comunidade acadêmica”, relata.

A maioria dos casos é entre pessoas de 14 a 36 anos. A vacinação nas crianças é realizada com um ano e 15 meses. Aqueles jovens que ainda não foram vacinados até os 19 anos devem receber duas doses e, as pessoas entre 20 e 49 anos, uma dose. As vacinas estão disponíveis em todos os postos de saúde do município.

“Os casos aumentaram em todo o país. Depois que diminuírem a quantidade de notificações deverá ser realizado um levantamento para ver o que mudou, uma vez que este ano os casos começaram em janeiro, quando que normalmente ocorria seria mais no inverno”, finaliza.

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895