Marchezan anuncia cartão para compra de alimentos para população de baixa renda

Marchezan anuncia cartão para compra de alimentos para população de baixa renda

Parceria com instituições possibilitará a realização de 580 testes por dia na capital gaúcha

Correio do Povo

Marchezan anunciou medidas para atender população de baixa renda em Porto Alegre

publicidade

O prefeito Nelson Marchezan Jr anunciou, através do Facebook, nesta segunda-feira, uma medida para atender a população de baixa renda de Porto Alegre. Além de cestas básicas, a prefeitura irá fornecer um cartão para pessoas vinculadas ao cadastro único para compra exclusiva de alimentos durante a pandemia do novo coronavírus.

Segundo ele, são mais de 250 mil porto alegrenses que poderão ter acesso ao serviço. "É muito importante atender esta população com alimento. Com o cartão, a pessoa vai ter a possibilidade de fazer as suas próprias compras", disse o prefeito, que destacou que será vedado a compra de itens supérfluos como cigarros e bebidas alcoólicas. 

Além disso, Marchezan informou que a capital gaúcha possui "milhares de invisíveis", que não estão vinculados a algum programa social e que a Prefeitura pretende ir atrás destas pessoas para poder amparar nesta crise do coronavírus. "Vamos ser caçadores de invisíveis e ser aptos a recebê-los e organizar uma estrutura para dar aquilo que eles precisam". 

Testes 

Marchezan também anunciou que, devido a parcerias com a Santa Casa, Moinhos de Vento e Grupo Exame, será possível fazer cerca de 580 testes por dia, utilizando a Coreia do Sul como exemplo para aumentar o número de exames na cidade.

"A gente dividiu a população da Coreia, 51.470.000 pelo número de testes feitos no total, pelo número de dias (70). A Coreia testou 7.323 pessoas em duas semanas. Nossa meta é testar 5,6 mil nesse período, isso dá 400 pessoas por dia", explicou. 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895