Marinha admite possibilidade de naufrágio de barco desaparecido há quatro dias

Marinha admite possibilidade de naufrágio de barco desaparecido há quatro dias

Seis dos sete tripulantes seguem desaparecidos<br />

Guilherme Kepler / Rádio Guaíba

publicidade

A Marinha do Brasil começa a trabalhar com a possibilidade de que a embarcação Dom Manuel XVI, desaparecida há quatro dias, tenha naufragado no litoral Sul gaúcho. As buscas à embarcação e a sobreviventes foram retomadas na manhã desta terça-feira com uso de dois helicópteros, um navio-patrulha e duas equipes do corpo de fuzileiros navais que percorrem o solo da da costa na região.

A procura foi, inclusive, intensificada na região onde foi localizado o corpo de um dos sete tripulantes do barco. Na tarde desta segunda, um grupo de resgate da Marinha localizou o corpo de Alcioni Manoel do Santos, um dos comandantes da embarcação. Ele foi encontrado na Praia do Mar Grosso, em São José do Norte. Além do corpo, boias e coletes salva-vidas também foram avistados, assim como uma balsa.

Desaparecimento

Na manhã da última sexta-feira, a Marinha recebeu um pedido de socorro do barco Dom Manuel XVI. A embarcação havia sido vista, pela última vez, a 15 quilômetros da costa, às 3h da madrugada, pelos ocupantes do Dom Manoel XV, que fazia o mesmo trajeto. Ambos saíram na quinta do litoral catarinense, apesar de um alerta de ressaca no mar, expedido pelas autoridades.

Mais Lidas

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895