Melo convoca reunião emergencial e pede para população evitar descarte de lixo em Porto Alegre

Melo convoca reunião emergencial e pede para população evitar descarte de lixo em Porto Alegre

Trabalhadores da empresa que atua no setor paralisaram as atividades na noite dessa sexta

Correio do Povo

Funcionários paralisaram serviço de coleta por falta de pagamento do vale-alimentação

publicidade

O prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo, convocou, para a manhã deste sábado, uma reunião emergencial para tratar sobre a coleta de lixo da Capital. Os trabalhadores da empresa Litucera Limpeza e Engenharia Ltda, que atua em caráter emergencial desde junho na Capital, paralisaram as atividades na noite dessa sexta-feira. Os funcionários reclamam sobre a falta de pagamento do vale-alimentação por parte da terceirizada.

Por conta da paralisação, o prefeito pediu para que a população de Porto Alegre evite o descarte de lixo neste final de semana. "Não teremos recolhimento do lixo no sábado e domingo. Vamos fazer pouca coisa com os caminhões próprios do DMLU. Eu vou fazer um pagamento emergencial para pagar o vale-alimentação, mas que só vai entrar na conta deles (trabalhadores) na segunda-feira", disse Melo neste sábado. 

 
A Prefeitura de Porto Alegre, por meio da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (SMSUrb), informou, nessa sexta-feira, que a administração municipal trabalha com caminhões próprios para reduzir impactos causados pela paralisação, que possivelmente poderá prejudicar a coleta domiciliar das madrugadas de sábado e domingo.

A Prefeitura ressaltou que o repasse à Litucera só pode ser realizado após a constatação de que todos os documentos, inclusive os que tratam dos direitos trabalhistas, estejam de acordo com a legislação. A documentação entregue pela terceirizada, nessa quinta-feira, está em análise. Se o conteúdo estiver em conformidade, o pagamento deverá ser efetuado na próxima segunda-feira.

A reportagem do Correio do Povo tenta contato com a empresa Litucera Limpeza e Engenharia Ltda, mas ainda não teve retorno. O espaço está aberto para manifestação. 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895