Mercado Público de Porto Alegre passa a operar sem limite de ocupação

Mercado Público de Porto Alegre passa a operar sem limite de ocupação

Prefeito Sebastião Melo, vice Ricardo Gomes e vereadores da situação participaram da "reabertura" do local

Cláudio Isaías

Prefeito Sebastião Melo foi aplaudido por alguns trabalhadores na "reabertura" do Mercado Público sem limite de ocupação

publicidade

Com a presença do prefeito Sebastião Melo, do vice Ricardo Gomes e de vereadores da situação, o Mercado Público de Porto Alegre foi "reaberto" na manhã desta terça-feira. O gesto simbólico aconteceu no portão da avenida Júlio de Castilhos, no Centro Histórico.

"Esse ato representa muito mais do que abrir um portão, significa abrir um diálogo. A gente quer trabalhar e trazer um mercado melhor para a cidade", afirmou a presidente da Associação dos Permissionários do Mercado Público, Adriana Kauer, ao receber o prefeito Sebastião Melo no Largo Glênio Peres.

Com a publicação do decreto 20.889, a prefeitura aderiu ao Sistema Estadual de Distanciamento Controlado. O Mercado Público passa a operar sem limite de ocupação e com 50% dos trabalhadores. Conforme o prefeito, o próximo passo será a entrega do segundo piso, com a gastronomia funcionando também aos domingos.

"O empresariado é um grande aliado no enfrentamento do coronavírus. Temos que combater as aglomerações e respeitar os protocolos. O comércio que trabalha de forma regular tem que funcionar e gerar emprego e renda", ressaltou Melo.

A presidente da Associação dos Permissionários do Mercado Público, Adriana Kauer, disse que segue a aferição da temperatura corporal de todos que desejarem entrar no Mercado Público, sejam eles clientes ou funcionários. A Associação contratou profissionais para fazerem a medição e o controle de temperatura é realizado ininterruptamente durante o período de funcionamento do Mercado Público. Em caso de temperatura acima de 37,5 graus, a pessoa será impedida de acessar o prédio e identificada.

As lojas deverão medir a temperatura dos funcionários. Em caso de suspeita da Covid-19, o colaborador será afastado e o empregador deverá providenciar a testagem para os demais. Segundo Adriana Kauer, em todos os acessos, bem como nas entradas de cada estabelecimento comercial, foram colocados tapetes sanitizantes para a limpeza dos calçados. Também há totens de higienização com álcool gel e acionamento por pedal nos acessos ao Mercado Público.

As lojas disponibilizaram álcool gel aos clientes e funcionários e o uso de máscaras é obrigatório. Clientes e funcionários devem mantê-la durante todo o período de permanência no prédio. Qualquer pessoa flagrada sem o acessório pode ser retirada do local pelo serviço de segurança.

Com o novo decreto, o movimento de clientes nos shoppings Rua da Praia, Total, Praia de Belas, João Pessoa, Iguatemi e BarraShoppingSul foi tranquilo. Na entrada dos estabelecimentos, os clientes eram informados pela segurança do uso da máscara e de que tinham que verificar a temperatura. Além disso, os consumidores eram orientados a utilizar o álcool em gel.

Os shoppings informaram que foram adotados todos os protocolos de cuidado, proteção e segurança, como o controle da temperatura corporal para acesso e o uso obrigatório de máscara facial durante toda a permanência no empreendimento.

Prefeito Sebastião Melo, representantes dos comerciantes do Mercado Público de Porto Alegre e políticos fizeram uma abertura simbólica do Mercado Público - Foto: Alina Souza

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895