Mercado Público recebe Feira do Pescado
capa

Mercado Público recebe Feira do Pescado

Produtos serão disponibilizados em até 25% dos peixes e frutos do mar

Por
Correio do Povo

Estabelecimento deve disponibilizar de 4 a 5 toneladas a mais que de costume

publicidade

O gaúcho tem a marca do consumo da carne de gado, mas a cadeia produtiva da piscicultura é bastante ativa e ganhou um incentivo desde a última segunda-feira. Ocorre, até o próximo sábado, dia 14, a 1ª Semana do Pescado do Mercado Público, em frente ao Largo Glênio Peres, no Centro Histórico. A ideia é incentivar o comércio deste tipo de produto e sete bancas do Mercado oferecerão descontos de até 25% nos peixes e frutos do mar. “Esperamos vender 40% a mais do que o normal”, contou Joas da Silva, gerente de uma das bancas mais tradicionais do Mercado Público.

Segundo ele, o estabelecimento deverá disponibilizar de 4 a 5 toneladas a mais do que o de costume durante a semana diferenciada. “Vendemos muito salmão, tilápia e peixes de cativeiro, como o surubim e o tambaqui”, informa. Na banca gerenciada por Manoel Claudio, a previsão é o dobro, cerca de toneladas de peixes estarão à disposição. “Assim, estimula o povo gaúcho a comer mais pescados”, observa.

Sempre que pode, Cleni Maria Rosa, de 73 anos, vai ao Mercado comprar peixes. “Gosto de jundiás e bagres. Como bastante porque não têm espinhas”, diz. “É o caminho para fomentar todas as políticas voltadas ao pescador e à pesca”, sustenta o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Eduardo Cidade.