Ministério da Saúde diz que Fiocruz receberá IFA para 12 milhões de vacinas

Ministério da Saúde diz que Fiocruz receberá IFA para 12 milhões de vacinas

De acordo com a pasta, instituto já tem prontas doses suficientes para abastecer campanha nacional até meados de junho

R7

Ministério da Saúde revela que produção da Fiocruz garantirá a imunização até meados de junho

publicidade

O Ministério da Saúde anunciou que a Fiocruz receberá nos dias 22 e 29 deste mês Ingredientes Farmarcêuticos Ativos (IFA) suficientes para a produção de cerca de 12 milhões de vacinas da Astrazeneca contra a Covid-19.

De acordo com a pasta, mais de 18 milhões de doses do imunizante já estão em processo de controle de qualidade para serem entregues ao longo das próximas semanas até meados de junho ao Ministério da Saúde.

Os institutos Fiocruz e Butantan, responsável pela Coronavac no Brasil, sofrem com a falta de insumos vindos da China desde o início do processo de produção dos imunizantes em território nacional.

O Butantan diz que há insumos parados no aeroporto chinês suficientes para a produção de 18 milhões de doses.

À espera de doses 

O Rio Grande do Sul ainda aguarda a confirmação da data do envio de mais vacinas por parte do Ministério da Saúde. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES), a remessa de 188.800 doses da Coronavac deve servir para imunizar todas as pessoas que aguardam a segunda aplicação do imunizante no Estado. "Essa notícia representa um alívio muito grande. É um direito do cidadão completar o seu esquema vacinal e precisamos acelerar a imunização para vencermos essa pandemia", afirmou a secretária da Saúde, Arita Bergmann. A expectativa é de que o envio deve ocorrer nos próximos dias. 

Segundo a SES, no mesmo documento em que anuncia as 188.800 doses da Coronavac, o Ministério da Saúde informou que irá enviar, provavelmente no mesmo dia, mais 269.100 doses da Astrazeneca e 39.780 doses da Pfizer.  

Cálculos atualizados pela Secretaria da Saúde mostram que 179.330 pessoas já poderiam ter tomado a segunda dose da Coronavac no Estado. 

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895