Ministério já recebeu quase 5 mil denúncias de violação de direitos relacionadas ao coronavírus
capa

Ministério já recebeu quase 5 mil denúncias de violação de direitos relacionadas ao coronavírus

Pasta da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos já manifestou preocupação com o aumento de casos

Por
Correio do Povo

Crescimento das denúncias preocupa a pasta

publicidade

De acordo com o Governo Federal, o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) já recebeu quase 5 mil denúncias de violação de direitos humanos relacionados ao coronavírus. Até esta segunda-feira, foram 4875 denúncias. Os números podem ser acompanhados pelo site da Ouvidoria Nacional.

As denúncias podem ser feitas pelo Disque 100 ou pelo Ligue 180. De acordo com os indicadores, a principal violação tem sido exposição de risco à saúde, com 4.550 denúncias; seguida por maus tratos, com 475 denúncias; insubsistência material, com 431 denúncias; e agressão/vias de fato, contabilizando 146 denúncias.

Ainda conforme o estudo, as principais vítimas durante a pandemia de coronavírus são pessoas socialmente vulneráveis. Entre elas, estão idosos, mulheres e crianças.

São Paulo é o estado que mais registra denúncias. Depois, aparecem Rio de Janeiro e Minas Gerais. 

Além dos canais por telefone, as denúncias podem ser feitas via aplicativo Direitos Humanos BR, disponível para Android e iOS. Pela web, o acesso pode ser feito por meio dos sites ouvidoria.mdh.gov.br, disque100.mdh.gov.br e ligue180.mdh.gov.br.