Movimento de buscas por testes de Covid-19 diminui em Porto Alegre nesta terça

Movimento de buscas por testes de Covid-19 diminui em Porto Alegre nesta terça

Capital vinha registrando grande fluxo de procura pelos testes

Taís Teixeira

Movimento hoje na Unidade de Saúde Assis Brasil

publicidade

A procura pelo teste rápido de antígeno para detectar a Covid-19 prossegue nesta terça-feira em Porto Alegre. Depois de dias seguidos de demanda intensa desde o começo de janeiro, a Capital registra hoje diminuição na procura pela testagem. No Centro de Saúde Modelo, no bairro Santana, que recebeu filas que dobravam a quadra e seguiam pela Avenida João Pessoa, há um movimento mais brando, por exemplo.

Na Unidade de Saúde Santa Cecília, no bairro Santa Cecília, a presença de pessoas que buscam o local com esse objetivo também é mais baixa. Na Unidade de Saúde Assis Brasil, no bairro Sarandi, local com longas filas no fim de semana, há um número menor de pessoas procurando a testagem para diagnóstico da doença.

O aumento excessivo da demanda verificado nos últimos dias ampliou a aplicação dos testes para 132 unidades de saúde da Capital. O teste rápido de antígeno oferece o resultado em menos de 30 minutos. Caso dê negativo, o paciente é encaminhado para fazer o teste PCR, cujo diagnóstico fica disponível em até 72 horas, para confirmar a detecção da doença. 

Veja Também

A diretora de Atenção Primária da Saúde, Caroline Schirmer, reiterou que a variante ômicron, que é um dos fatores responsáveis por esse cenário de escalada da doença, tem um potencial transmissor superior. “É muito mais contagiosa do que as variantes gama e delta, o que indica que os cuidados, em especial, o uso de máscara, precisam ser mantidos”, comentou.

Ela salientou que nas filas para testes deve se preservar o distanciamento entre os possíveis contaminados, já que nesses locais a presença viral é muito maior e a probabilidade de contágio aumenta.

Outro ponto assinalado é a busca pelo teste em casos de sintomas, como dores no corpo, febre e dor de garganta, que estão sendo os mais relatados, a fim de evitar um esgotamento da capacidade. A exposição nesses locais deve ser feita de forma responsável para não favorecer uma contaminação que poderia ser evitada. “Para isso, é importante regularizar o esquema vacinal porque as vacinas salvam vidas”, esclareceu. Os testes rápidos de antígeno, oferecidos nas unidades de saúde da Capital para detecção da Covid-19, têm gerado algumas dúvidas na população. Por isso, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) preparou uma série de perguntas e respostas sobre o assunto.


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895