Não haverá bloqueio de pessoas que vêm da China, diz Ministério da Saúde
capa

Não haverá bloqueio de pessoas que vêm da China, diz Ministério da Saúde

Já o governo chinês, fez recomendações à população sobre viagens para o exterior

Por
AE

Já o governo chinês, fez recomendações à população sobre viagens para o exterior

publicidade

O secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo, afirmou nesta quarta-feira, 29, que não haverá bloqueio de brasileiros que retornem de viagem da China, epicentro da infecção do coronavírus. A expectativa do governo é que haja redução do fluxo de viagens para o país asiático. "Esse número vai reduzir, pois a recomendação é que os brasileiros pensem três vezes antes de marcarem uma viagem para o país. Isso diminui o número de retornos", afirmou.

O governo também espera que haja menos chineses viajando para o Brasil nos próximos dias. Isso porque o governo chinês fez recomendações sobre viagens para o exterior para a população. "Temos a informação de que essa recomendação pode mudar de status e ter uma restrição maior por parte do país. Mas não é atribuição nossa e não haverá interferência nessa questão", afirmou.

Segundo dados apresentados pelo ministério, foram confirmados 6.065 casos no mundo. Desse total, 5.997 foram China, onde o vírus já causou a morte de 132 pessoas. Outros 68 casos foram identificados em outros 15 países. No Brasil, nenhum caso foi confirmado até o momento. Os dados atualizados apresentados hoje pelo Ministério da Saúde são de que há no País nove pacientes com suspeita do coronavírus, mas nenhuma confirmação.